Culinária chinesa : Conheça os personagens que contribuíram no desenvolvimento



Confúcio é um dos mais célebres dos filósofos, pensadores e educadores da China. Nascido 551 a. C.-479 a. C., o pensamento transmitido por Confúcio contribuiu de uma forma considerável para formação da nação chinesa.
Confúcio ensinando, retratado por Wu Daozi, Dinastia Tang


Além das contribuições nas áreas de filosofia e de educação, o Confúcio também é considerado o fundador da teoria da dietética chinesa que tem uma certa concepção em relação a alimentação. Segundo o Confúcio, um prato saudável deve misturar carne e legumes em uma proporção certa. É importante beber de boa vontade, mas sempre sem excesso.

Uma outra contribuição do grande pensador chinês para a culinária chinesa é a criação do banquete da família do Confúcio. De acordo com os registros históricos, a família do Confúcio preparava sempre um banquete para receber os convidados ou para importantes cerimônias de sacrifício, casamento, aniversário, etc.

Yi Yin é o mais antigo mestre na gastronomia chinesa. Ele cresceu em uma família de cozinheiros, e por isso começou a aprender as técnicas de culinária desde a infância. Ele apresentou uma concepção teórica chamada a "harmonia dos alimentos", em que relacionou os cinco sabores (doce, azedo, amargo, picante e salgado) às necessidades nutricionais dos cinco principais sistemas de órgãos do corpo (baço, fígado, coração, pulmões e rins).

Segundo Yi Yin, muitas plantas utilizadas na cozinha chinesa, tais como alho-poró, gengibre, alho, botões secos de margaridas e cogumelos, possuem propriedades adequadas a prevenção e a cura de várias doenças. Yi Yin também foi o primeiro que chegou a conclusão de que os medicamentos e a dieta devem ser integrados para o tratamento das doenças e o fortalecimento da saúde.
 Fonte:http://gb.cri.cn/

Comentários