EUA,Oklahoma :Crianças podem ter sido contaminadas por HIV em dentista

Diversas crianças estão entre as 7.000 pessoas que podem ter sido expostas a doenças infecciosas num consultório em Oklahoma, EUA. No local, foram descobertos procedimentos impróprios de esterilização e instrumentos enferrujados.

As crianças, assim como os demais pacientes, estão passando por testes de HIV e hepatite em centros médicos de Oklahoma, segundo informação da rede de notícias dos EUA ABC News. O governo do Estado está oferecendo os testes gratuitamente.

A investigação teve início depois que 1 paciente do dentista Wayne Scott Harrington, de Tulsa, foi diagnosticado com hepatite C e HIV, o vírus causador da Aids, segundo uma queixa registrada contra o cirurgião dentista.

A investigação também descobriu que a máquina utilizada para esterilizar instrumentos dentários, que teria de passar por revisão todos os meses, não era fiscalizada havia mais de 6 anos.


A magnitude das supostas irregularidades e o número de pacientes envolvidos são "sem precedentes", disse Susan Rogers, diretora-executiva do Conselho de Odontologia. 


Segundo a queixa, ampolas e agulhas eram usados diversas vezes em pacientes diferentes, causando risco de contaminação. Um conjunto de instrumentos utilizado em portadores de doenças infecciosas parecia
enferrujado.


Harrington, de 64 anos, entregou seu registro profissional e está cooperando com as investigações, segundo as autoridades. Ele tem trabalhado em Tulsa e manteve um consultório num subúrbio por cerca de 35 anos.

UOL


Comentário(Promedmail)

Surtos de hepatite C associados a procedimentos médicos, infelizmente, ainda hoje, continuam a atingir dezenas de pacientes, todos os anos.

Antigo "vilão", os procedimentos transfusionais se tornaram mais seguros, com sorologias cada vez mais sensíveis e com a inclusão, em muitos bancos de sangue, do uso de técnicas de biologia molecular (como o NAT) para triagem bolsa a bolsa.

Hoje em dia, os surtos de hepatite C se associam a procedimentos diagnósticos (endoscópicos), diluição e infusão de medicamentos (anestesias, analgesias, quimioterapia...), hemodiálise... Em comum, em geral, associados à má prática médica e à não observância das recomendações acerca de procedimentos de esterilização, reuso, descarte de materiais...

Em alguns casos mais que falha de processo, situações como essa devem ser encaradas como crime, doloso.

Abaixo, algumas referências sobre surtos e respectivas situações/exposições de risco.

-- Lanini S et al. Molecular epidemiology of a hepatitis C virus
epidemic in a haemodialysis unit: outbreak investigation and infection
outcome. BMC Infect Dis. 2010 Aug 27;10:257.

-- Fazili J et al. Outcome of a hepatitis C outbreak among patients in
a pain management clinic. Dig Dis Sci. 2010 Jun;55(6):1738-43.

-- Gutelius B et al. Multiple clusters of hepatitis virus infections
associated with anesthesia for outpatient endoscopy procedures.
Gastroenterology. 2010 Jul ; 139 (1) :163-70.

-- Perz JF et al. US outbreak investigations highlight the need for
safe injection practices and basic infection control. Clin Liver Dis.
2010 Feb;14(1):137-51; x.

-- Centers for Disease Control and Prevention (CDC). Acute hepatitis C
virus infections attributed to unsafe injection practices at an
endoscopy clinic - Nevada, 2007. MMWR Morb Mortal Wkly Rep. 2008 May
16;57(19):513-7.

-- Pekova LM et al. Clinical course and outcome of a nosocomial
outbreak of hepatitis C in a urology ward. J Hosp Infect. 2007
Sep;67(1):86-91.

-- de Lédinghen V et al. Outbreak of hepatitis C virus infection
during sclerotherapy of varicose veins: long-term follow-up of 196
patients (4535 patient-years). J Hepatol. 2007 Jan;46(1):19-25.

-- Macedo de Oliveira A et al. An outbreak of hepatitis C virus
infections among outpatients at a hematology/oncology clinic. Ann
Intern Med. 2005 Jun 7;142(11):898-902.

-- Krause G et al. Nosocomial transmission of hepatitis C virus
associated with the use of multidose saline vials. Infect Control Hosp
Epidemiol. 2003 Feb;24(2):122-7.

Comentários