Insanidade Premeditada : Maduro afirmou que o Pentágono e a CIA pretendem assassinar Capriles

Henrique Capriles deveria ficar preocupado,não com a CIA e o Pentágono,porém com a Milícia de 50.000 Chavistas, agora sob o comando de Maduro ,com os seguranças que foram ofertados pelo Governo Bolivariano e com o famoso Pacto de Havana aos cuidados dos irmãos Castro. A insanidade proferida pelo  chofer de autobús , pode representar a verdadeira intenção deste governo déspota!

A história já provou que é possível a união entre uma mente diabólica e o poder ditatorial! Um dos mais famosos sociopatas do Século XX, foi o Sr. Adolph Hitler.

Antes da sua chegada ao poder,Hitler criava situações de pânico com atentados fictícios a orgãos públicos para desestabilizar o governo da época.Quando assumiu o comando  na Alemanha, pediu a seu assessor e Ministro do Povo, Alegria e da Propaganda Joseph Goebbels que instigasse o Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães ( PNSTA) e a SA (Tropas de Assalto) para atacarem os judeus.As ordens determinavam que os SA deveriam estar vestidos à paisana, a fim que o movimento parecesse ser  totalmente espontâneo de uma população furiosa contra os judeus.A violência devia visar as lojas e as sinagogas. Numa única noite, 91 judeus foram mortos e cerca de 25.000 a 35.000 foram presos e levados para campos de concentração. Aproximadamente 7500 lojas judaicas e 1600 sinagogas foram todas reduzidas a escombros.
O episódio ficou conhecido como a Noite dos Cristais.



O "Filho" de Huguito e a Insanidade Premeditada

Mea Culpa :  MADURO



O vice-presidente venezuelano, Nicolás Maduro, afirmou que o Pentágono e a CIA pretendem assassinar o candidato presidencial de direita, Henrique Capriles.

"Lanço daqui um alerta ao presidente Barack Obama e ao Governo dos Estados Unidos da América que funcionários do Pentágono e da CIA, com a colaboração de Roger Noriega e Otto Reich, estão por trás de um plano para assassinar o candidato presidencial de direita para criar o caos na Venezuela", afirmou Maduro, numa entrevista concedida ao canal privado venezuelano Televen.

Além do Pentágono e da CIA, também os ex-embaixadores Roger Noriega (representante norte-americano na Organização dos Estados Americanos) e Otto Reich estariam por trás do plano, que pretende "atirar a culpa para cima do governo bolivariano e criar o caos na Venezuela".

Comentários