A gripe aviária H7N9 foi detectada em patos na província de Zhejiang



O Laboratório de Referência Nacional de Gripe Aviária, informou na quinta-feira 11/abril/2013 que a nova cepa da gripe aviária H7N9 foi encontrada em 2 de um total de 10 amostras colhidas de patos em Huzhou, província de Zhejiang.
Avian flu detected in Zhejiang ducks


A descoberta vem após a detecção do vírus em frangos e os pombos, que levou ao abate em massa de 7.000 aves em um mercado da cidade. O comércio de aves também foi suspenso em cerca de 15 mercados da cidade após a descoberta.


A Comissão Nacional de Saúde e Planejamento Familiar, informou, também na quinta-feira 11/abril/2013, a morte de 10 pacientes [já são 11 ] no país e um aumento para um total de 38 casos [já são 43 ] detectados, após a notificação de 5 novos casos, em Xangai e na província de Zhejiang.


A Comissão informou também que aqueles que tiveram contato próximo com os pacientes infectados foram colocados sob observação médica e que não apresentaram sintomas anormais. Foi informado que todos os
casos de H7N9 ocorreram de maneira isolada, sem vínculo epidemiológico entre os casos que foram identificados até o momento, acrescentando que não houve sinais de transmissão entre humanos.


Para evitar a propagação do vírus algumas regiões, que incluem Shanghai, Jiangsu, Zhejiang e Anhui, tomaram como medidas o abate de aves de criação e a proibição do comércio de aves. Shangai proibiu o comércio de aves de criação e importações de outras regiões, além de ter suspenso o comércio de aves selvagens em 162 empresas. No Lago Oeste em Hangzhou, província de Zhejiang, pássaros de cativeiro, incluindo cisnes, pombos e pavões, foram isolados pelo escritório de gestão. O escritório também alertou turistas para ficarem longe de pássaros ao redor do lago, informou a Agência de Notícias Xinhua.


Em outras localidades onde foram relatados casos de infecção pelo vírus H7N9, como Qingdao na província de Shandong e Taiyuan na província de Shanxi, o comércio de aves também tem foi proibido, como medida preventiva.


Zeng Guang, epidemiologista-chefe do Centro Chinês para o Controle e Prevenção de Doenças, disse ao Global Times que ainda não está definida a eficácia da interrupção do comércio de aves [como medida de prevenção e controle ]. "Ainda não existem dados de pesquisa consistentes que comprovem que a proibição do comércio de aves vivas diminuiu a propagação do vírus, embora possa de alguma forma ajudar a conter a infecção cruzada entre aves em algumas áreas infectadas ", disse Zeng.


Zeng acrescentou que os estudos sobre a prevenção do H7N9 ainda estão em estágios iniciais. A Comissão Nacional afirmou na quarta-feira 10/abril/2013,que o H7N9 foi transmitido principalmente através da inalação, além de apontar que as pessoas que estão envolvidas no comércio ou abate de aves têm um elevado risco de infecção. "Proibir o comércio e abate de aves é apenas um expediente. Pesquisas em vacinas e medicamentos eficazes são críticas", disse Zeng.

Fonte: Global Times-Promed-port ,12/04/2013-[traduzido ; editado]
http://www.globaltimes.cn/content/774406.shtml#.UWhzoaI3uuK

Comentários