DOZE ORTOPEDISTAS DEIXAM O HGE







Agora, é oficial. Doze (12) ortopedistas prestadores de serviço do HGE, contratados “de boca”, vão trabalhar até terça-feira, 30, quando deixarão definitivamente as escalas de plantão. 

Só voltam a trabalhar no HGE através de concurso público (não PSS) como médicos efetivos. Eles já haviam tentado deixar o HGE, mas o comunicado entregue à diretoria sobre o afastamento foi “extraviado”. 

Para evitar problemas, eles procuraram o SINMED. Foi elaborado um documento que, após assinado por todos, foi protocolado no HGE e também na SESAU - com as devidas cópias. 

Oficializada a comunicação, o afastamento se dará sem problemas. Esses médicos não têm nenhum tipo de vínculo com o Estado. São “servidores informais”. Permanecerão no HGE apenas os ortopedistas do quadro efetivo.

Comentários