Maníaco da “ Cruz de Ansata " viaja pelo país




Desde que fugiu da Unidade Educacional de Internação (Unei) Mitaí, em Ponta Porã, o jovem Dhionatam Celestrino, 20 anos, mais conhecido como “Maníaco da Cruz”, tem sido alvo das autoridades de Mato Grosso do Sul e Estado vizinhos.

A fuga ocorreu durante a madrugada do dia 3 de março. A notícia ganhou proporções nacionais, provocando temor em moradores de várias cidades, o que resultou em inúmeras denúncias falsas.

A mais recente é de que ele estaria transitando pelas regiões Oeste e Noroeste do Paraná. Informações apontam que ele esteve em Guaíra, onde vivem alguns de seus familiares. Há denúncias em Palotina e Marechal Cândido Rondon, cidade em que teria atacado uma mulher. A polícia de Umuarama também foi acionada para atender ocorrências do tipo.

A única certeza é que ele continua desaparecido. As “viagens” do Maníaco, de acordo com a população, tiveram início em Dourados, passando por outros municípios da região sul do Estado. Depois ele apareceu nas redes sociais, esteve no Paraguai e no Mato Grosso, entretanto em nenhum desses locais foi registrado crimes do tipo que o tornaram conhecido. Ela matava e deixa as vítimas em posição de crucificação, baseado na “Cruz de Ansata”.www.msja.com.br.

Comentários