Coreias à beira da guerra nuclear




A Coreia do Norte criticou ferozmente na quinta-feira a Coreia do Sul, dizendo que não iria tolerar provocações de Seul que levaram ao descarrilamento das negociações.


"O Sul, desde o início, não só não tinha a intenção de negociar, mas tentava criar obstáculos para o diálogo, retardando o processo e, no final de contas, descarrilando as negociações", disse o Ministério norte-coreano para a reunificação pacífica da pátria.

O primeiro em 6 anos encontro de dois dias a nível ministerial entre a Coreia do Sul e a Coreia do Norte devia ser realizada em Seul nos dias 12 e 13 de junho.
ruvr.ru/

Comentários