INFLUENZA AVIÁRIA H6N1 - TAIWAN, CASO HUMANO CONFIRMADO



Genebra, 21 jun (EFE).- A Organização Mundial da Saúde (OMS) confirmou nesta sexta-feira que uma jovem de Taiwan foi a primeira humana infectada pela cepa H6N1 da gripe aviária, embora ainda se desconheça como aconteceu o contágio.

'Trata-se do primeiro caso humano identificado com este subtipo do vírus', afirmou a agência sanitária da ONU em declaração.

As autoridades taiuanesas comunicaram nesta sexta-feira em Taipé que uma mulher de 20 anos foi a primeira pessoa contagiada pela cepa H6N1.

Os especialistas do hospital onde a paciente, agora já recuperada, foi atendida em maio passado foram incapazes de classificar a cepa que havia contraído e a diagnosticaram com uma pneumonia leve.

O caso foi notificado à OMS, em cumprimento com a Regulação Sanitária Internacional.

Sobre a possibilidade de contágio, a organização internacional indicou que 'as investigações realizadas entre as pessoas próximas da paciente não mostraram nenhuma evidência de transmissão'.

A OMS destacou que Taiwan tem um sistema de vigilância sanitária que funciona de maneira eficiente e considerou que 'este caso pode ilustrar como aumentou o nível de alerta após o recente surto do H7N9', outra cepa da gripe aviária que foi identificada em humanos na China neste ano.

Ao contrário do H7N9, que é considerado altamente patogênico, o H6N1 é pouco infeccioso quando circula na população de aves.

As investigações sobre o caso da mulher taiuanesa ainda não permitiram identificar como ela contraiu o vírus, disse a OMS.

A jovem infectada vive no centro de Taiwan, não viajou ao exterior e nem esteve em contato com aves de fazenda ou domésticas, de acordo com as informações fornecidas pelas autoridades sanitárias da ilha.

Atualmente, a OMS enfrenta um surto da Síndrome Respiratória Coronavírus do Oriente Médio (MERS-CoV), que é da família da Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars) e que pode provocar pneumonia grave e deficiência renal.

O surto se concentra no Oriente Médio, mas alguns casos apareceram na Europa, geralmente depois que os doentes viajaram para essa zona.

MSN

Comentários