INFLUENZA BRASIL - MORTES NO PARÁ, PARANÁ E MINAS GERAIS


Pará
Fonte: Diário do Pará 29/06/2013

Sespa já registrou 17 mortes por gripe A em 2013

De janeiro de 2013 até a última quarta-feira (26) ,junho/2013, segundo dados da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), foram notificados 588 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no Pará, com 218 resultados positivos, sendo 98 para o vírus H1N1. A chamada gripe A já provocou 17 mortes no Pará, segundo a Sespa.

Segundo a Sespa, dos casos de SRAG registrados este ano [2013], 5 casos foram de H3N2, 18 de Influenza B, 6 de Influenza A inconclusivo e 91 para outros vírus sazonais. As síndromes respiratórias graves provocaram até a última quarta-feira  28 mortes.

Paraná
Fonte: Bem Paraná ,28/06/2013

No Paraná, secretaria confirma 11 mortes por gripe no mês de junho 

Das 19 mortes neste ano, 14 pacientes tinham alguma doença.

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta sexta-feira 28 de junho/2013 novo boletim sobre a situação da gripe no Estado. De acordo com o relatório, mais 11 mortes pela doença foram registradas neste mês , 8 de pacientes com doenças crônicas graves. Das 19 mortes confirmadas neste ano , 14 pacientes tinham alguma doença, como problemas cardíacos, respiratórios ou cerebrais, diabetes mellitus e obesidade grave.

Outra observação frequente nas mortes por gripe foi a busca tardia por atendimento. Em média, as pessoas procuraram o serviço de saúde apenas 3 dias após o início dos sintomas. Do total de mortes registradas no Paraná, 15 pessoas tinham direito à vacina durante a campanha de vacinação contra a gripe, mas apenas 3 foram imunizadas.

De acordo com o monitoramento realizado pela Secretaria da Saúde, 514 amostras foram confirmadas para o vírus Influenza neste ano, sendo que 235 delas se referem ao subtipo A (H1N1), 105 ao subtipo A (H3N2), 170 do subtipo B e 4 do subtipo A (sem distinção).

As 11 mortes confirmadas neste boletim foram registradas nos municípios de Cascavel (3), Dois Vizinhos (2), Maringá, Itaperuçu, Ponta Grossa, Londrina, Umuarama e Itambé.

Até agora, 17 óbitos foram causados pelo vírus Influenza A (H1N1), 2 pelo vírus Influenza A (H3N2) e 1 por Influenza B. Em uma das mortes o paciente estava infectado pelos dois subtipos virais (H1N1 e H3N2) ao mesmo tempo.

 Minas Gerais
Fonte: R7 28/06/2013

Vírus da gripe provocam 28 mortes em Minas Gerais neste ano 

Estado registrou uma morte por dia na última semana. Balanço divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde nesta sexta-feira (28)  aponta que 7 pessoas morreram na última semana de junho/2013 em Minas Gerais, o que equivale a 1 óbito por dia.

Em 2013 já são 28 mortes confirmadas em 6 meses, ou 59,57% do número de vítimas correspondentes a todo o ano passado -2012. A secretaria registra 118 infecções, contra 189 nos 12 meses de 2012.

Os grupos normalmente atingidos, idosos e crianças, representam 6 mortes. Ao todo, 13 adultos entre 20 e 49 anos morreram.

Entre os vírus da gripe, o Influenza A HINI é o que mais preocupa os médicos: ele foi responsável por 23 dos casos. O Influenza A H3N2 e o Influenza B, mataram 1 pessoa cada, enquanto vírus ainda não classificados provocaram 3 óbitos.

Belo Horizonte, Pouso Alegre, no sul do Estado, e Uberaba, no Triângulo, dividem o posto de cidades mais mortes provocados pelos vírus - 3 em cada. Outros municípios com vítimas são Alfenas, Alterosa, Andradas, Brasópolis, Brumadinho, Campos Gerais, Conquista, Curvelo, Divinópolis, Extrema, Igarapé, Itapeva, Ouro Branco, Ribeirão das Neves (2), Sacramento, São Sebastião do Paraíso, Senador Amaral e Sete Lagoas.
Promed-port

Comentários