SINMED/AL : entrevista coletiva sobre os motivos da greve nacional

Os médicos que farão greve amanhã deverão se concentrar no Sindicato dos Médicos, a partir das 8 horas, onde estarão os dirigentes das entidades médicas locais: Conselho Regional de Medicina (Cremal), Sociedade de Medicina de Alagoas (SMA), Associação Nacional de Médicos Residentes/Regional Alagoas (ANMR/AL), Academia Alagoana de Medicina (AAM), Sociedade Brasileira de Médicos Escritores/Seccional Alagoas (Sobrames/AL) e, claro, Sinmed.

A imprensa foi convidada para uma entrevista coletiva sobre os motivos da greve nacional que acontece amanhã, dia 23, e também nos dias 30 e 31. A classe médica protesta contra o programa Mais Médicos do governo federal, contra a importação de médicos estrangeiros e contra a falta de investimentos na saúde.

A categoria reivindica carreira de estado, derrubada dos vetos presidenciais à Lei do Ato Médico, aplicação do Revalida a todos os médicos estrangeiros ou brasileiros formados no exterior que queiram trabalhar no Brasil e respeito à classe médica, que tornou-se alvo, nas últimas semanas, de todo tipo de acusação, sendo tratada sempre com palavras de baixo calão e adjetivos pra lá de depreciativos. 

No Sinmed, amanhã, a programação terá café da manhã, a entrevista com a imprensa e mostra de vídeos, além de depoimentos dos médicos que sofrem com a falta de condições de trabalho na rede pública e são apontados pela população como os culpados pela falta de leitos, equipamentos, medicamentos e outras mazelas que caracterizam a rede SUS.

Aos colegas da imprensa, reforço aqui o convite para que compareçam e ouçam o que os médicos têm a dizer sobre as polêmicas que envolvem a classe nas últimas semanas

Fonte:SINMED/AL

Comentários