Almagis publica nota contra declarações de vice-governador de Alagoas

Almagis publica nota contra declarações de vice-governador
Associação entende que declarações ofendem a idoneidade e a dignidade de todos os magistrados


Confira abaixo a íntegra da Nota de Repúdio da Associação Alagoana de Magistrados (Almagis) contra as declarações do vice-governador do estado de Alagoas, José Thomás Nonô, publicadas em matéria de site local, nesta sexta-feira (23).


Nota de Repúdio



A Associação Alagoana de Magistrados (Almagis), através de sua Diretoria Executiva, vem a público manifestar seu total repúdio às declarações do vice-governador do estado de Alagoas, José Thomás Nonô, publicadas em site local, nesta sexta-feira (23).

É inadmissível que o vice-governador do Estado – autoridade que representa toda a sociedade alagoana e que, por isso, deve agir com ética e responsabilidade – afirme, sem nenhuma sustentação ou fundamento, que magistrados alagoanos recebem recursos para fornecer decisões.


As declarações do senhor José Thomás Nonô, feitas de forma generalizada, ofendem a idoneidade e a dignidade de todos os magistrados e do Poder Judiciário. É, no mínimo, irresponsável levar à sociedade uma informação sem nenhuma prova ou até mesmo investigação concretizada.

Se o vice-governador dispõe de provas, com nomes e fatos concretos, que adote as providências cabíveis para que os responsáveis por tais condutas irregulares respondam na forma da lei, evitando que toda a categoria seja levianamente e injustamente acusada.


Diante da situação, a Almagis rechaça e lamenta a postura do vice-governador, destacando que tomará as medidas necessárias contra essas declarações. Por fim, a Associação ressalta que jamais permitirá que a magistratura alagoana seja ofendida, de forma irresponsável, reagindo veementemente na defesa de sua dignidade, direitos e prerrogativas. 


Maceió, 24 de agosto de 2013.


Diretoria Executiva da Almagis.

Comentários