15 casos de cólera na prisão Combinado del Este, em Havana (Cuba)

A prisão Combinado del Este, em Havana (Cuba)



Quinze casos de cólera foram encontrados na maior prisão de Havana, o Combinado Leste , relata a imprensa independente Hablemos Press , citando fontes  de dentro da prisão.


Os casos foram positivos, vários avaliado como grave , foram transferidos para a enfermaria de cuidados intensivos do hospital nacional localizado no IPK (Instituto de Medicina Tropical Pedro Kouri ), bem como em hospitais como Calixto Garcia e Salvador Allende ", disse em conversa com jornalistas da Hablemos Press, o prisioneiro Daniel Perez Diaz.

Em uma conversa por telefone da prisão, Perez Diaz também afirmou que no dia 18, por volta das três horas, duas ambulâncias do Sistema de Emergência Médica ( Sium ) chegaram a prisão para transportar dois prisioneiros infectados que estavam em estado crítico para o centro hospitalar conhecido como Covadonga.


De acordo com o relatório, até o dia primeiro de Setembro existiam no Combinado, 53 casos com sintomas de diarréia, embora desconheçam quantos deles foram colocados em quarentena. Também foi revelado que em 30 de agosto foram retirados por 24 horas os pacientes da sala de cuidados intensivos para uma esterilização em massa das instalações, e aqueles que sofriam de outras doenças foram realocados para salas diferentes.

Outra medida imposta foi a restrição parcial de visitas e a entrada de comida e bebida trazida por parentes de presos , a fim de evitar a contaminação do lado de fora .

" Os principais dirigentes do Ministério da Saúde Pública fizeram uma visita às instalações descritas que apresentaram o surto ", disse Perez Diaz , que recentemente protagonizou uma greve de fome e foi ameaçado de prisão na solitária e negação de atendimento médico se continuasse tornando público " os detalhes internos "da prisão .

Enquanto isso, o prisioneiro político Ramon Alejandro Muñoz, marido da Dama de Branco Sonia Garro e também preso no Combinado, confirmou por telefone que mais de 30 detentos do seu destacamento tiveram sintomas de diarréia .

" Os Destacamentos 1 , 2 e 3 foram declarados em quarentena ", disse Muñoz .


Devido à falta de higiene de alimentos e água nas prisões , a cólera reapareceu em Cuba em junho de 2012 , e tem causado estragos entre a população carcerária nas prisões como Las Mangas , na província de Granma , Quivicán em Mayabeque Kilo 7 e 9, em Camagüey , Boniato, em Santiago de Cuba, Guantánamo e Holguín , nas províncias homônimas , entre outras.

Comentários