Havana: preso morre por "cólera" em Combinado del Este

Faz 15 dias que vários prisioneiros denunciaram casos de cólera na prisão de Combinado del Este, em Havana. Até agora, as autoridades do Ministério da Saúde Pública não informaram nada.


Pedro Pablo de Armas Carrero , detento que lidera um movimento chamado Realidade Interior da prisão ( RiDP ) criado em 9 de abril de 2013 , em memória de todos os prisioneiros mortos em greve de fome nas prisões cubanas , disse a este repórter que na terça-feira 17 setembro , entre 7 e 8 horas da manhã, morreu na prisão o réu Iyamil Garcia Benitez de 38 anos, da cidade de Parraga , em Arroyo Naranjo


Pedro Armas informa também que quando seus companheiros de cela pediram aos guardas que ajudasse ao enfermo, ele já estava desidratado e vomitando sangue . O prisioneiro que faleceu,Benitez ainda sofria de úlceras crônicas .

De acordo com o pesquisador médico Yasser Rojas, a causa da morte do prisioneiro pode ter sido choque hipovolêmico. O quadro clínico se complicou tanto pelo sangramento como a desidratação causada por diarreia, um dos sintomas da cólera.

De acordo com informação recebida da prisão, em 01 de setembro ,havia 14 casos de cólera entre os reclusos . Dez dos contaminados estavam sob observação no hospital do centro , e quatro foram encaminhados para outros hospitais .


Embora o contato casual com pessoas infectadas com cólera não constitua risco para adoecer , em lugares onde há falta de saneamento e superlotação, como as prisões cubanas , a doença ocorre em epidemias. 

Os Presos de Combinado del Este se queixam de vazamentos no telhado causado por canos de esgoto sanitário. Vazamentos causam umidade nas celas , com dimensões de 4 por 12 metros, onde até 36 prisioneiros amontoados coexistem. Os tanques de água estão totalmente contaminados por todos os tipos de insetos e roedores. Os presos têm que armazenar água em potes e baldes. A prisão foi construída em 1966 e não teve quaisquer grandes reparações nesse período .

Traduzido do Original:
Miércoles, Septiembre 18, 2013 | Por Laritza Diversent
En cárcel de La Habana muere reo, posiblemente de cólera



Comentário:

Pelo relato do autor do texto,a precariedade do sistema prisional com a presença de esgoto sanitário jorrando nas celas, roedores e insetos convivendo lado a lado com humanos, não se pode descartar outras patologias como a leptospirose,E.Coli entero invasiva etc

Leia mais sobre Diarreia

Comentários