O casamento Brasil/Cuba,a semana da cultura,a comissão e o "Quindim" do Porto de Mariel



Pela segunda vez, o mês da cultura brasileira em Havana ,Cuba se desenvolve ao longo de outubro. No entanto, suas atividades e apresentações são discretamente difundidas pela mídia. Além disso, as pessoas comuns têm dificuldade para acessar o programa geral. 

Numa conferência de imprensa, realizada na Casa de las Americas, Sergio Couto, adido cultural do Brasil em Cuba, informou que o programa geral foi realizado em estreita colaboração com instituições e artistas cubanos. Este baseia-se nos acordos assinados entre os dois países em 2009. 

A conferência começou com sessões no Cinema Club Brasil na casa de Festival do Novo Cinema Latinoamericano, com filmes filmados recentemente . Na sala Chaplin também acolherá uma exposição dedicada ao cineasta Leon Hirzsman, autor do filme "Eles não usam smoking". Destaca como novidade um novo grupo de documentários e curtas-metragens pouco conhecidos ou não projetados em Cuba, como "ABC: A greve" sobre as eleições em que participou Luiz Inácio Lula da Silva como candidato presidencial. 

O espaço é liderado por Antonio Mazon e Frank Padron, a partir da amostra de obras clássicas e contemporâneas. Estes recriam variedades de temas, opiniões, histórias e estéticas que motivam a criadores de diferentes gerações. 

Música, dança, literatura e artes plásticas também reúne estes dias. No dia 12 de outubro, houve uma demonstração de grupos de capoeira cubanos chamados de "Cayman" e "Sire Angola". Isso ocorreu na sede da empresa Retazos, em Havana Velha. Houve discussão sobre essa dança de origem afro-brasileira muito difundida no mundo. 

Está prevista uma exposição fotográfica intitulada "Vigidal: retratos de uma favela", da artista visual Bruna Fonte,em 31 de outubro, na Casa das Américas,e a apresentação de livros de literatura brasileira por editoras cubanas. Serão apresentados títulos Sábanas e sonhos,de Orlando Senna, El Alufá Rufino, João José Reis, os poemas apenas uma rosa, publicado pela arte e literatura, e os programas de intercâmbio de autores brasileiros . 


Fará parte desta jornada o show de Yolo Bonilla ao vivo do Jazz Club La Zorra y el Cuervo. A cantora vai interpretar obras Yolinho Habaneiro , premiado em Cubadisco 2012, na categoria melhor antologia. No mesmo local vai receber Roberto Fonseca e o Grupo Temperamento e convidados, como parte de um concerto. O destacado pianista vai reproduzir reconhecidos compositores da ilha Cubana e do Rio de Janeiro. 

Mas uma das mais interessantes do programa não tem sido difundida- se trata da Conferência Brasil: Cultura e Desenvolvimento, que será realizado na Sociedade Econômica de Amigos do País-SEAP, Terça-feira 29 outubro, com entrada gratuita. 

Não devemos esquecer que esta festa é um elo importante na cadeia de interesse do regime cubano ante ao capital econômico do Brasil. O governo brasileiro, muito inteligente, usa sua arma fictícia celebrando os "laços culturais", enquanto espera pacientemente a chegada do dia mais importante : O lançamento da "cenoura(Quindim)" de Mariel, o Decreto lei 313 e o Decreto-Lei 316 de 2013 que será lançado no próximo 01/11 destinado aos grandes investidores estrangeiros....

Do original:

Maridaje Cuba/Brasil monta Semana de la Cultura
Miércoles, Octubre 23, 2013 | Por Polina Martínez Shvietsova

Comentários