Cuba não atualiza dados sobre o surto de cólera - Último Boletim Epidemiológico da OPAS/PAHO

Cuba continua mantendo sigilo sobre o surto de cólera que assola a ilha. Confira o último Boletim da OMS ( OPAS / PAHO) em 14 de outubro de 2013.


Cuba

A situação permanece a mesma que o descrito no Alerta Epidemiológico 26 de setembro de 2013 , com um total de 678 casos confirmados de cólera , incluindo três mortes , registrados a partir da Semana Epidemiológica ( SE ) 27 , de 2012 até (SE) 34,de 2013.


Os casos foram registrados nas províncias de Camaguey , Granma , Guantánamo, Havana e Santiago de Cuba, bem como em outros municípios , embora todos eles associados a essas províncias.

Haiti

Desde o início da epidemia (outubro de 2010 ) até a SE 39 de 2013, houve 679.637 casos de cólera , dos quais 377.951 foram hospitalizados (55,6%) e 8.297 morreram.


A taxa de letalidade acumulada permanece 1,2% a partir de novembro de 2011, com variações que vão de 4,3% no departamento Sud Est a 0,6% em Port- au -Prince.


México

Desde 09 de setembro de 2013 até 10 de Outubro de 2013 O Centro Nacional de Enlace para o Regulamento Sanitário Internacional do México informou um total de 159 casos confirmados de infecção
por Vibrio cholerae O: 1 Ogawa toxigênico , incluindo uma morte.

Dos casos confirmados , dois ( 1,3%) são moradores do distrito Federal , 145 ( 91,2 %) do estado de Hidalgo , 9 ( 5,7%) do estado de México , um ( 0,6 %) do estado de San Luis Potosí e dois ( 1,3%) de estado de Veracruz.


Do total dos casos , 84 (53%) os pacientes eram do sexo feminino e 75 (47%) eram do sexo masculino , com faixa etária a partir de 3 meses até 88 anos. Um total de 43 (27 %) dos casos precisaram de hospitalização.

Esta é a primeira transmissão local da cólera registada no México desde a epidemia 1991-2001 .


O perfil genético das cepas isoladas nos casos atuais no México tem uma similaridade elevada (> 95 %) com a cepa que está circulando em três países do Caribe (Haiti , República Dominicana e Cuba ) , e é diferente da estirpe de que tinha  circulado no México há mais de uma década.

República Dominicana

Desde o início da epidemia (novembro de 2010 ) até a SE 39 de 2013 , o total de casos suspeitos de cólera registrados é 31.045 , dos quais 457 morreram.

Durante 2013 houve aumento de casos e mortes em dois períodos , o primeiro entre a SE 1 e SE 9 de 2013 e o segundo entre as SE 32 e SE 39.


As províncias de Santiago , San Juan , San Cristobal , Santo Domingo, Independencia e La Altagracia concentram 80% dos casos suspeitos registrados nas últimas quatro semanas epidemiológicas.

Em relação à letalidade , enquanto a taxa registrada em 2011 e 2012, foi de 1,7% e 0,8%, respectivamente,em 2013 é de 2,1%.

Fonte: OPAS/PAHO

Comentários