Cuba:Médicos Perigosos




A Saúde Pública em Cuba cresceu logo após o triunfo da revolução em número de diplomados . Também na construção de novos hospitais , policlínicas , clínicas e centros médicos. Mas nos últimos anos, tem havido um declínio acentuado na preparação de médicos.

Muitos exemplos podem ser mencionados. Recentemente, uma mãe levou sua pequena filha de 5 anos a consulta de Pediatria, por problemas de gripe e otite. Dizem que a médica prescreveu amoxicilina de 500 mg a cada oito horas , uma dose forte demais para uma criança , o que causou diarreia , vômitos, dor abdominal , estomatite e urticária .

Quando ela correu para a clínica com a menor desidratada ,os médicos que a atenderam criticaram a dosagem prescrita pela médica pediatra , mas apenas regularam a mediação, sem ter qualquer interesse no esclarecimento diagnóstico .

O jornalista Juan Carlos Balmaseda narra outro caso . Seu pai foi admitido para cuidados intermediários por insuficiência cardíaca e enfisema pulmonar , e foram prescritos para combater a infecção 2 comprimidos . No turno da noite, o médico de plantão decidiu suspender um , para evitar uma queda súbita da pressão arterial. À meia-noite veio um aluno com seis comprimidos para administrar ao seu pai . O colega , que estava de plantão, não aceita a conduta . O estudante ia administrar a medicação no paciente errado .

Luis ,um mecânico de 50 anos de jaimanita conta que foi envenenado por alimentos consumidos na festa do CDR e foi tratado na área Vital da policlínica. Mas três enfermeiras não conseguiram puncionar a veia para instalar o soro. Luis disse que com um braço ferido e machucado, deixou a clínica , de mau humor , mas não antes de " mandar" todas as três enfermeiras estudarem novamente na escola .

Rosita , escriturária de 44 anos, levou o filho Roger Angel, para o médico mas voltou para casa decepcionada . A médica não conseguiu encontrar a causa do desconforto e disse num sussurro : "Eu não sei ... mas parece que o seu problema são os rins ... " .

.Nerys Cruz relata desde Palma Soriano que uma praga estranha apareceu na cidade na província de Santiago de Cuba , que já causou a morte de pelo menos quatro crianças em uma semana. Os médicos não foram capazes de estabelecer o agente patógeno , mas também não deram o alarme sobre o possível surgimento de uma nova epidemia . " A cidade está no limite ... temo até mesmo enviar os filhos à escola ... " .
Nos hospitais e policlínicas as consultas são realizadas por recém-formados jovens médicos que atendem pacientes e ao mesmo tempo ensinam a "arte de curar " a estudantes de medicina de países"amigos" . Os médicos mais bem preparados cumprem missões no exterior .

Do original:

Comentários