Mistério Cubano: A medicina por trás de Codinomes


É notório que alguns Médicos Cubanos vivem incógnitos sob a proteção do manto comunista e que durante a trajetória profissional adotam diversos codinomes para servir aos ideais doutrinários de um estado atro.

Esse pensar e viver de uma parte da saúde em Cuba ,representa o cerne formador da milícia secreta de "Batas Brancas" de Fidel , e o ponto de partida para o culto ilusório ao poder sem limites!




O governo Cubano sempre utiliza o midiatismo para manipular as informações.


 A Foto da Chegada dos Médicos Cubanos ao Brasil é a mesma da Bolívia


Foto da Chegada ao " Brasil" :Veja a notícia no site radiorebelde.cu,com informações da Agência Cubana de Notícias





Foto da Chegada a Bolívia: Veja essa  mesma foto pesquisada na internet,com a reportagem no site cubadebate.cu




Uma luz no fim do Túnel

É raro,para não dizer, quase que impossível  encontrar informações precisas sobre os médicos Cubanos que residem na ilha,ou sobre aqueles que estão em Missões. Diferente de outros países,para se ter acesso aos dados dos Médicos Cubanos na internet ( biografias,ano de formatura,faculdades etc) a busca só é comparável a procura de uma agulha perdida no Palheiro.

A rede de saúde Cubana vive sob a chancela do Governo Ditatorial dos Castro.Não se divulga nada que não tenha aprovação desse governo.

Aqueles que servem fielmente ao país Caribenho ,ganham raramente destaques na imprensa local que procura enaltecer suas qualidades,que na maioria das vezes são duvidosas. Nos sites democráticos e de organizações de Direitos Humanos,as manchetes sobre uma parte desses profissionais geralmente são por corrupções,curandeirismos,e ainda por  violações e torturas cometidas dentro e fora das prisões Cubanas.

Anagrama na Rede

Recentemente na reportagem sobre os médicos Cubanos que cuidaram de Hugo Chávez,com o título em espanhol de : Condecoran a médicos cubanos que atendieron a Chávez ,os editores do portal El Nacional sentiram a mesma dificuldade em colher as informações sobre a equipe médica que assistiu ao ex-presidente da Venezuela

Veja a tradução da reportagem de março de 2013:


El Nacional
O documento diz que " os camaradas " fizeram parte da unidade médica presidencial Missão Marti e assumiram fielmente o compromisso de cuidar do " Comandante Supremo da Revolução Bolivariana ".

CIMEQ-Havana



O decreto assinala que os profissionais continuaram ao longo de sua carreira o caminho do ideal bolivariano, sempre ao lado da causa dos despossuídos e oprimidos .

Ao investigar na internet as credenciais dos especialistas , surgem diversas inconsistências . O nome do meio de Jorge González ,é Pérez e não Prez . A enciclopédia online Ecured assegura que o Cubano é perito forense e doutor em medicina legal . Foi fundador e presidente da Sociedade Cubana de Medicina Legal. Desde junho de 2001 ele é diretor da Faculdade de Ciências Médicas de Havana e vice-presidente da União de Universidades da América Latina desde 2004. Em um artigo publicado em 3 de outubro de 2012, no site da Juventud Rebelde informa que na época era também presidente da Comissão da Assembleia Nacional de Cuba de Saúde e Desporto. Ele é um deputado desde 1998.

González Pérez fez parte da missão de cientistas cubanos que identificaram os restos mortais de Ernesto Che Guevara na Bolívia, após uma investigação que começou em 1995 e durou cerca de cinco anos .


O nome do meio de Roberto Castellanos ,é Gutiérrez ,em vez de Garcia  como aparece no Diário Oficial . Em um artigo publicado em 2012 pelo Centro de Pesquisas Médico Cirúrgica , onde Chávez foi internado desde 10 de dezembro de 2012 até 17 de fevereiro de 2013 em Havana , afirmam que Castellanos é especialista de segundo grau em medicina intensiva e de emergência , e é professor assistente no Cimeq . Em nota divulgada em 15 de janeiro de 2010 pelo portal Redcien (Rede Cubana da Ciência ) , vemos que é representante do Ministério da Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente de Cuba , em Havana.

Ibrahim Fernández Rodríguez figura em vários artigos no Jornal de Medicina Militar , como o tenente-coronel Ibrahim Rodríguez Rodríguez , especialista em cirurgia de segundo grau e professor do Hospital Militar Central Dr. Carlos J. Finlay . Por seu lado, José I. Fernandez Cuestas aparece em revistas médicas como especialista do Centro de Investigações Clínicas em Havana.


Foi confirmado na rede que Midiala Rodriguez Calvo é enfermeira do Cimeq . Não foram encontradas informações sobre Laura Hernández Vidal e Pedro Águia Grinán .


Sobre o mesmo tema o site Café Fuerte em 05 de maio de 2013 ,relata:



Até agora eram desconhecidos detalhes importantes da missão Martí e seus membros. A revelação confirma que Chávez estava sendo monitorado por médicos cubanos , muito antes de ter detectado o " abcesso pélvico " de origem cancerosa em junho de 2011 .


O prêmio foi recebido pelo tenente-coronel Ibrahim  Fernández Rodríguez , ex-Chefe da Missão Marti a tenente-coronel Marisabel González Quintana , Vice-Diretora do Centro de Investigações e Pesquisa de Medicina e Cirurgia ( Cimeq ) em Havana e ex-coordenadora da Missão Marti , o tenente-coronel Luis Ernesto Lopez Gonzalez , ex-chefe (anterior)da Missão de Marti ; o major Guillermo Diaz Piloto , chefe do grupo especial de atenção, o Major Nestor Azcano Gonzalez , cirurgião do grupo principal , o capitão Carlos Guilbeaux Cala, atual chefe da Missão de Marti , o tenente-coronel Omar Herrera Barrios, ex-chefe da Missão Martí , e o Capitão Federico Códoba Novo, diretor de Tecnologia e serviços de saúde de atenção presidencial.

A imprensa cubana informou neste domingo a realização do evento , mas sem mencionar a lista dos condecorados.


O Discurso do Capitão Médico Guilbeaux Cala , atual chefe da Missão Martí

O atual chefe da Missão Martí foi muito mais longe em seu discurso de aceitação, temperado com fortes conotações políticas respaldando Maduro e com um fechamento triunfal que dizia: "Pátria ou Morte, Venceremos!"

O Juramento de Hipócrates, é o que menos interessa : Esperando pela ordem

E o capitão médico Guilbeaux concluiu: "Diga-nos,Comandante Fidel Castro, Comandante Raúl [Castro], Presidente e Comandante-Maduro, qual é a ordem e esse exército de batas brancas saberá dignamente cumprir. Até a vitória sempre. Patria o Morte, Venceremos ".
Leia a reportagem completa em Espanhol aqui



Médicos Cubanos são  acusados de tortura e corrupção por jornalistas e organizações de Direitos 
Humanos






O cego Juan Carlos González Leiva , trancado na sede do Departamento de Segurança do Estado em 2002, na província de Holguin , acusou o corpo repressivo de tentar matá-lo com vários tipos de tortura .Veja a publicação


Essa comovente carta do Advogado Juan Carlos ,ativista dos Direitos Humanos e deficiente visual,foi escrita no ano de 2002 em uma masmorra dos Castros .O mais grave dessa história animalesca e inumana é o relato de Juan sobre a tortura que sofreu da Dra. Dania Marqués Cabrera que aplicou castigos terríveis em seu corpo e alma. A médica tinha por obrigação moral e ética ,o dever de proteger a sua vida,porém seu comportamento a época galgou os limites da irracionalidade.Leia a íntegra da carta



Não menos importante para se ler é o relato do jornalista Augusto Cesar San Martin, do site Cubanet.org,sobre corrupção relalizada pelo médico chefe da Missão Cubana Milagro na Venezuela . A reportagem aqui

Outro fato marcante é o julgamento dos acusados ​​pelas mortes de 26 pacientes por hipotermia, fome e falta de assistência Médica no mais importante hospital psiquiátrico de Cuba que começou em 2011 em Havana.Leia mais sobre A Verdadeira história dos Mortos de Mazorra

Outro texto bem interessante foi escrito por Uberto Mário,com o título de : Missão Médica na Venezuela,as pradarias da corrupção cubana,que mostra claramente o modus operandi do sistema. Em um parágrafo Uberto assim escreve:


"Milhares de profissionais de saúde foram enviados para a Venezuela desde que a primeira missão médica cubana desembarcou pela primeira vez no país em 16 de dezembro de 1999. Só no programa Bairro Adentro se calcula a cifra de 100 000 médicos cubanos que têm servido em território venezuelano . Mas o fato é que ao longo dos anos , além de dirigir os médicos que estão fazendo o trabalho de campo e " salvando" vidas, os responsáveis ​​por estas delegações roubaram a esquerda e à direita aproveitando a sua influência na classe alta e média da sociedade Venezuelana ." Leia o texto completo aqui

Em 06 de setembro de 2013, a repórter Dania Virgen Garcia ,do site cubanet.org,publicava a notícia que 15 presos tinham falecidos no Hospital Penitenciário Nacional de Cuba devido a cólera. Nessa reportagem , ela transcreve o diálogo de um tal Dr. Alexis com o preso Daniel, durante a visita a enfermaria. Conforme a repórter,o Dr. Alexis disse: " Não estou interessado em sua cura",com ameaças a integridade física do recluso.Veja a postagem no link


A Incongruência : A Ditadura que foi chamada de Democracia

A meu ver, as palavras do médico cubano Carlos Rafael Jorge Jiménez, que fugiu da ilha de Cuba,e há três anos trabalha como médico da Saúde da família no estado do Ceará,sintetiza a verdadeira face desse regime tirano representado pela ditadura castrista de mais de 50 anos no poder.


"Chega de apoiar o governo dos Castro (Fidel e Raúl Castro). Quem apoia, suja suas mãos de sangue. Lembrem que os médicos não vêm só por solidariedade, mas para também ajudar suas famílias", declarou.

"O ministro [Alexandre Padilha] falou da democracia em Cuba. Não há democracia, mas uma ditadura. Em segundo lugar, os médicos cubanos não vêm fazer pós-graduação, são especialistas, ótimos médicos meus colegas cubanos", disse Jiménez(Assista ao Vídeo)

Genocídio Cubano :Crianças assassinadas pelo regime comunista de Fidel e Raúl Castro




O secretismo continua no Brasil  e a verdade em Cuba sempre contada nas entrelinhas do Poder




O governo Cubano é especialista em negar tudo que seja desfavorável ao mesmo. Nega os casos de cólera e continua não atualizando as informações para a OMS ( veja o último Boletim da OPAS),nega o surto de Dengue, de Influenza, as mortes nas prisões,as negligências médicas do sistema ,o genocídio comunista,e por fim com veemência nega que a exportação de Médicos seja nociva ao sistema de Saúde Cubano. 


Na postagem : Estamos sem médicos em Cuba de Leonardo Calvo, podemos avaliar a gravidade do significado para o povo Cubano,das exportações de médicos para outros países.

"Os Médicos, enfermeiros e técnicos que estão na retaguarda da "solidariedade", que rende tão bons dividendos aos ricos governantes (esses desfrutam de exclusivos,modernos e luxuosos centros de saúde ), devem enfrentar a sobrecarga de trabalho em condições desumanas, e na certeza de ser, os médicos mais mal pagos do planeta."


E continua o relato de Calvo:


"As conseqüências dessa lucrativa selvageria solidária do governo de Raúl Castro é o sofrimento dos pacientes cubanos que devem esperar muito tempo por uma consulta especializada ou por uma cirurgia."A postagem na íntegra para a leitura aqui

A Tv Martí

Em 22 de outubro de 2013 , o site da TV Martí apresentou um vídeo mostrando que o contrato com o governo brasileiro para importar milhares de médicos cubanos tem causado preocupação aos residentes na ilha devido a falta de médicos principalmente especialistas nos hospitais em Cuba. O vídeo relatório a seguir contém opiniões em Pinar del Rio, Ciego de Ávila e Las Tunas . Assista ao Vídeo



Tudo em Cuba é gerado no secretismo que produz "bons frutos" em seus aliados.



Recentemente o Dr. Erso Guimarães,presidente do CRM de Goiás em entrevista disse:



Como vamos fiscalizar um médico que não está inscrito no Conselho?”, questiona o presidente do Cremego, Erso Guimarães, ressaltando que o texto acordado com o CFM e aprovado pelos deputados deixa essa lacuna. “Podemos fiscalizar os supervisores, os tutores, os locais de trabalho, mas, em caso de infração, não teremos como fiscalizar nem processar o intercambista” Veja a reportagem completa aqui



É  inquestionável o pensar do Dr.Erso,e sua análise é a  mais pura verdade!



Os Cubanos no Brasil: Quem são ,onde se formaram, e o que faziam ou fazem em Cuba?


Pelo secretismo tão peculiar e enraizado no sistema de Governo Cubano, esta pergunta poderá não ser respondida por longos anos. Se os Conselhos de Medicina admitem que não têm meios para fiscalizar a atuação desses profissionais, o que podemos dizer da mortal população Brasileira.


A opinião do Presidente do CRM de Alagoas



Em entrevista a um site local AL1(Maceió),em 18 de outubro do corrente ano,o presidente do CREMAL, Dr. Fernando Pedrosa também discorre sobre o programa Mais Médicos:

Nossa maior preocupação é com a qualidade desses médicos que estão vindo para a atuação no Brasil. Já está nos aparecendo coisa extremamente preocupante. Nós já recebemos de uma receita feita por um desses médicos intercambistas para um antibiótico que usa doze única por três dias e o médico prescreveu esse antibiótico três vez ao dia, por 21 dias. Isso é extremamente preocupante”,

" Nós só temos muito a dúvida se os médicos Cubanos a gente vai encontrar se algum problema desse tipo acontecer porque facilmente eles serão remanejados para Cuba ou outro país para fugir e vem outro substituir porque Cuba tem médicos em outros países..... estranho como é que Cuba só tem 2 faculdades de Medicina e tem 20,000 mil médicos na Venezuela, mais 5.000 na Bolívia, vem mais 4mil ou 10.000 até o final do ano aqui no Brasil..... um batalhão uma fábrica de médico" Fernando Pedrosa

Click para ouvir


Entre as possibilidades e a realidade imposta pelo Secretismo Cubano,que prevaleça a Verdade


Recentemente publiquei no blog uma  postagem com o título:  VICE-DIRETORA DE ASSISTÊNCIA MÉDICA EM CUBA,POSSIVELMENTE ESTÁ TRABALHANDO NO MAIS MÉDICOS .


A Doutora Yuleise de São Miguel

Existe realmente uma médica cubana que foi designada para trabalhar pelo Mais Médicos em São Miguel, na região do Alto Oeste do RN, que se chama . Yuleisi de La Cruz Carmenaty



A Doutora Yuleisi do Município Guantanamero,em Cuba

A Dra. Cubana Yuleisi de La Cruz Carmenaty ,que é ou era a vice-diretora de atendimento médico explica na reportagem do site Cubano o funcionamento da policlínica docente Francisco Castro Ceruto, no município Guantanamero de El Salvador,Cuba."  Entenda melhor lendo o artigo



Mais uma vez o Doutor "volta"  ao Brasil : 



No vídeo institucional do programa Mais Médicos,o cubano que concede a entrevista é o Dr. RODOLFO GARCIA BALUJA,e provavelmente deve ser um dos chefes da Missão Cubana,já que somente eles é que podem falar nas entrevistas,foi assim em outros países e não seria diferente no Brasil. A título de conjecturas,acredito em parte na sua fala quando diz que conhece o Brasil ,principalmente após observar a Pg. 37. Seção 1. Diário Oficial da União DOU de 05/03/2004 .Suponho que o Rodolfo   citado no texto do Diário Oficial possa ser o mesmo Rodolfo do Mais Médicos 

Diário Oficial da União DOU de 05/03/2004






video
Vídeo com o Dr. Rodolfo Baluja




Os dois Delgado : O Homenageado pela Presidenta e o Diretor de Saúde em Cuba




Lendo outra  reportagem no site sierramaestra.cu encontei um Dr. chamado de Melquiades Duvergel Delgado, e fiquei a pensar se não era o mesmo Dr.JUAN MELQUIADES DUVERGEL DELGADO que foi nessa semana homenageado pela presidente Dilma.


Juan Delgado recebeu da presidenta Dilma, nesta terça, a autorização expedida pelo Ministério da Saúde para iniciar o trabalho no Mais Médicos. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR.



A Entrevista com o Doutor Delgado no Brasil

O Doutor Delgado, que está no Brasil foi vaiado no Ceará quando da sua chegada ao Brasil.Em entrevista a Folha de SP disse:“Eles [médicos brasileiros] deveriam fazer o mesmo que nós, ir aos lugares mais pobres prestar assistência” ... “O trabalho vai ser difícil, porque vamos a lugares onde nunca esteve um médico e a população vai precisar muito de nossa ajuda


A Entrevista com o Doutor Delgado de Sierra Maestra


O Doutor Melquiades Duvergel Delgado ,residente no Município de Tercer Frente e fiel seguidor do regime de Fidel Castro,concedeu em 21 de maio de 2013 entrevista ao jornalista Luiz del Toro sobre o triunfo da saúde na Revolução Cubana de 1959.

"No entanto, é válido destacar que as realizações do Programa de Assistência Materno-Infantil (PAMI), tem  permitido manter  a zero a mortalidade infantil e materna até agora este ano, diz Dr. Melquiades Duvergel Delgado, chefe da atenção primária na direção municipal de Saúde, que argumenta que este índice também prevalece no pré-escolar e escolar". Veja o texto original Tercer Frente: Con la salud crece la calidad de vida 




O Discurso de Fidel
"O sacrifício "da Casta Socialista


Fidel Castro se encarregava de dizer em cada tribuna dentro e fora de Cuba, que seu país é uma " potência médica mundial " , e, portanto, está sempre pronto para enviar médicos , quando necessário.

Hoje, é importante lembrar que países como a Argélia , Peru , Angola, Nicarágua e, nos últimos anos, a Venezuela , têm sido vítimas desta macabra operação de troca na qual a ajuda humanitária se tornou moeda de câmbio por petróleo ,pela assistência mútua em diversas áreas da vida econômica e também pelo dinheiro que não para de chegar . Dinheiro esse que Fidel Castro nunca concordou anunciar , embora mantenha em segredo de estado com outros líderes e parceiros .


Diante de tantos segredos e histórias nebulosas do Governo de Cuba, resta somente por enquanto ao povo Brasileiro conjecturar sobre os fatos e pesquisar exercendo o papel de cidadão em defesa da soberania do nosso país,ao Ministério da Saúde desempenhar a função que era dos Conselhos de Medicina,e assumir o ônus,aos conselhos de Medicina "fiscalizar" (Será que é possível ?) ,e a Polícia Federal,se necessário, investigar !

Por hoje é só!

Mário Augusto


Nota:

A) Nos últimos 10 anos, cerca de 5.000 médicos, enfermeiros e terapeutas abandonaram missões internacionais cubanas, a maioria deles foram para o sul da Flórida. Cada semana,o Solidariedade Sem Fronteiras recebe sete ou oito chamadas da Venezuela, Nicarágua, Bolívia, do pessoal médico cubano que querem desertar. "95% deles ligam da Venezuela. Eles vivem nesses países em condições muito ruins, enviam os profissionais para os piores lugares, onde estão todos os criminosos, sem nenhuma garantia de vida ",( Júlio César Alfonzo,médico cubano, formou-se em 1992 na Universidade de Havana, e é o atual diretor da organização Solidariedade Sem Fronteiras, com sede em Miami, que é responsável pelo apoio logístico e financeiro para os cubanos que pretendem desertar de missões médicas internacionais ).

B) Sejam Bem-vindos os intercambistas , em especial os irmãos Cubanos, e aproveitem o Movimento Mais Médicos Livres, e solicitem a cidadania Brasileira! Obs: Acho que é mais seguro no momento atual pedir a cidadania >> EUA.(http://portuguese.brazil.usembassy.gov/)



Poderá gostar de:


Comentários