Saiba quais brasileiros estudam Medicina em Cuba e a razão disto- por Celso Galli Coimbra

Quem escolhe os estudantes que vão para as Faculdades de Medicina em Cuba é o MST e não existe Vestibular: o critério de escolha é a radicalidade de extrema esquerda e o comprometimento de trabalhar para destruir uma democracia frágil, como a nossa. O objetivo disto, como afirma uma aluna destes cursos neste vídeo, é a "ação revolucionária". 

Em outras palavras: eles são orientados a voltar para o Brasil para agirem como "tchês guevaras" e não como médicos, pois é um movimento oportunista e um governo estrangeiro que vão lhes orientar a ação dentro do Brasil em uma área abandonada pelo Estado, como é a saúde pública, violando a soberania da nação brasileira. 

Não são médicos que voltam para o Brasil, não são médicos que vem para o Brasil, mas sim golpistas preparados para ajudar a implantar aqui uma ditadura comunista.

Agora, o Governo Federal quer acelerar o processo de destruição do Pacto Social brasileiro constituído através de uma Constituição Federal eleita legitimamente pelo povo brasileiro, e decidiu importar os próprios "médicos" cubanos em massa.

Portanto, nós não estamos discutindo medicina como querem aparentar, mas principalmente uma escalada golpista no Brasil, com a instituição de um Estado Totalitário. Com a destruição do Estado de Direito. Com a eliminação das liberdades individuais garantidas no nosso constitucionalismo e dura conquista dos países que buscam a também dificílima tarefa de conciliar crescimento com desenvolvimento social.

Celso Galli Coimbra - OAB-RS 11.352




.



Fonte:Youtube
Leia também:
Mistério Cubano: A medicina por trás de Codinomes 

Comentários