Merck faz recall voluntário de 743.360 doses da vacina Gardasil contra HPV


Merck está emitindo um recall voluntário de um lote de vacinas Gardasil  devido ao risco de que alguns frascos da vacina possam conter partículas de vidro, de acordo com um comunicado divulgado em 20/dezembro/2013 pela empresa farmacêutica.

A empresa estima que apenas 10 dos 743.360 frascos do lote podem ter sido afetados pelo incidente, que foi o resultado de uma falha na produção. A avaliação médica realizada pela Merck concluiu que, se um paciente viesse a receber uma das vacinas contaminadas ele teria um "risco remoto" de apresentar uma reação no local da injeção.

Este lote de vacinas foi distribuído entre 20 de agosto de 2013 e 09 de outubro de 2013. Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) disse que comprou 350.000 doses de Gardasil deste lote para os seus próprios programas de vacinação.

"As vacinas do lote afetado foram distribuídas entre 20 de agosto de 2013 e 09 de outubro de 2013. Nenhum outro lote está afetado", disse a agência em um comunicado divulgado sexta-feira ,20/dezembro/2013.
"As pessoas que receberam recentemente uma vacina contra o HPV ou seus pais não precisam adotar nenhuma ação, em conseqüência deste recall. Se uma vacina que contém partículas de vidro (pequenas o
suficiente para passar uma agulha) é dada a um paciente, reações leves rotineiramente vistas após a vacinação podem ocorrer (por exemplo, vermelhidão ou inchaço no local da injeção)".

Até agora ,20/dezembro/2013, nenhum evento relacionado com as vacinas contaminadas foi relatado, de acordo com o CDC. As pessoas que receberam uma vacina do lote contaminado não precisam ser revacinadas e a esterilidade da vacina não foi afetada, de acordo com a Merck.

Merck disse que está em processo de entrar em contato com clientes que compraram vacinas deste lote (# J0073540), que foi distribuído nos Estados Unidos e Porto Rico.

Fonte: Fox News ,20/12/2013.

Comentários