Polinésia Francesa confirmou um surto de febre do vírus Zika

Serviços de medicina de viagem/saúde do viajante devem estar atentos tanto para a orientação pré-viagem quanto no atendimento (e notificação ao sistema de vigilância) de viajantes procedentes da Polinésia Francesa (que inclui ilhas bastante procuradas por turistas internacionais) que retornam com quadros febris inespecíficos. Casos relacionados ao surto na Polinésia Francesa já foram identificados em viajantes de outros países


O Departamento de Saúde da Polinésia Francesa confirmou um surto de febre do vírus Zika nas ilhas do Tahiti, Moorea, Raiatea, Tahaa, Bora Bora, Huahine, Nuku Hiva, Hiva Oa, Ua Pou, Hao, Rangiroa, Fakarava, Tikehau, Takaroa Ahe and Arutua. Até dezembro de 2013, foram notificados 99 casos confirmados laboratorialmente e 35.000 casos suspeitos. Não houve hospitalizações ou mortes associadas à
doença.


O Zika virus (ZIKV) é um flavivírus, transmitido por picada de mosquitos, relacionado aos vírus da febre amarela, dengue, febre do Nilo Ocidental e encefalite japonesa, que se apresenta clinicamente de maneira bastante semelhante a dengue, com febre, cefaleia, hiperemia conjuntival, exantema, artralgia e mialgia. São consideradas áreas de risco algumas regiões da África, Ásia e Pacífico Oeste.


Fonte:

Comentários