Brasil segue trajetória para resgatar a ditadura Castrista

Mais Médicos no Brasil


Existe no Brasil e em grande parte da América Latina , uma distorção generalizada sobre os regimes políticos , ideológicos e econômicos. Depois de superar com êxito as ditaduras militares , grande parte da América do Sul está agora embarcando em um apoio incondicional à única ditadura remanescente da América Latina : a ditadura de Fidel Castro implantada em cuba. O regime de Castro foi a causa da guerrilha civil nas décadas dos anos 60 e 70 do século passado em nosso continente , que fez emergir as ditaduras militares mencionadas antes , que ao derrotar a esquerda beligerante criaram democracias governadas ( primeira distorção ) nada menos que pelos derrotados!



A segunda distorção - esta do tipo político -consiste em que a América Latina não reconhece Cuba Castrista como uma ditadura .Por Incrível que pareça, os ex-guerrilheiros treinados na ilha para fazer a guerra na América do Sul ( agora no poder em seus países ) insistem em ver a opressão dos irmãos Castro "como democracia social". Nada tão insensato ! "Eles " sim,agora no poder puderam lutar contra as ditaduras que os oprimiram,porém os cubanos "não podem " ter a mesma atitude.


Como a maioria dos governantes latino-americanos foram guerrilheiros reciclados , que por incrível que pareça puderam sair com vida de " terríveis " ditaduras militares ", enquanto " lutavam " para implantar em seus países um sistema semelhante ao Cubano , agora acham que é difícil reconhecer que eles estavam " totalmente equivocados " , por isso apoiam o regime de Castro . Esta é uma distorção ideológica : eles querem para Cuba o que não desejam em seus países. Simpática ? Verdade ?

Além disso, todas essas nações lutam para atrair investimentos do estrangeiro para impulsionar o crescimento econômico , aderindo as práticas de mercado como uma fonte de riqueza e tomam medidas de privatização , como forma de aumentar a eficiência econômica, enquanto continuam aplaudindo a discriminação dos irmãos Castro que leva a sociedade civil cubana em geral,ser impedida de capitalizar-se e de atuar como entidades economicamente ativas ,sendo relegada para atividades menores e subordinadas.



O Brasil , sabendo que o Castrismo só se mantém se consegue um suporte econômico forte que o segure e o mantenha em pé ( primeiro foi a União Soviética, que subsidiou a ilha por 30 longos anos , depois foi a Venezuela de Hugo Chávez , que ainda envia rios de petróleo sem nenhum custo para manter este " parque temático " de carros antigos e edifícios destruídos ) se aventurou a ser o próximo na lista de apoiadores e mantenedores da mais antiga Ditadura no Continente .

De acordo com a crença de que os cubanos "não podem ser livres" , o atual governo brasileiro do Partido dos Trabalhadores , PT, aliado-chave da ditadura Castro no Brasil, tem sido rápido para " colocar " na Ilha dos Irmãos Castro mais de um bilhão de dólares na modernização do porto cubano para ser operardo justamente quando os Estados Unidos decidam negociar com Cuba, que, pela lei americana , só é possível quando Cuba fizer uma abertura política , ou seja, seria dizer quando não mais existir os Castro .

No momento em que os irmãos Castro ensaiarem uma abertura política , nenhum dos representantes de sua nefasta ditadura será governo nunca mais na ilha , por isso eles não fazem. Como é possível que a cegueira do PT brasileiro permita que se dilapide o capital nacional entregando mais de um bilhão de dólares a uma ditadura em seu final, pensando que de alguma forma irá continuar em Cuba após a mudança política? Qualquer um que agora (ou antes) ajudou os irmãos Castro para oprimir o povo cubano será simplesmente expulso da ilha, com o forte apoio dos EUA sempre que houver interesse - como os partidários do PT Brasileiro- que também prejudicam diretamente os interesses norte-americanos .


Como se tudo isso não bastasse, o atual governo do PT brasileiro usa nada menos do que quatro mil médicos cubanos dando a eles tratamento de " cidadãos de segunda classe" ao negociar com os irmãos Castro o pagamento de salários mensais aos profissionais, entregando aos ditadores , enquanto cada médico recebe uma fração insignificante do seu salário . Essa prática de escravos não acontece com nenhum médico estrangeiro no Brasil e só serve para apoiar com mais de 200 milhões de dólares por ano a falida tirania dos Castro , retirando dessa forma os salários dos sacrificados médicos cubanos, e que devido a essa abominação desprezível ,o povo da ilha jamais esquecerá quando um dia recuperar a sua liberdade.

A antiga União Soviética manteve a ditadura cubana , por razões estratégicas de alta política internacional durante a Guerra Fria. Algo semelhante aconteceu enquanto Chávez estava vivo porque a ilha é a ponta de lança do regime de Fidel Castro para penetrar na América do Sul . Mas o que deseja o Brasil com esse esforço para substituir a Venezuela como mantenedora do poder da ditadura dos Castro? será para realizar um antiamericanismo infantil ; ? Será que o Brasil quer construir em Cuba uma plataforma produtiva para obter vantagens comerciais com os EUA quando os irmãos Castro não existirem; ? será que é um aceno da dupla Lula - Dilma ( mentores do apoio financeiro a ilha nesse momento , para a manutenção da ditadura em Cuba),ou será ideais da extrema esquerda d opartido , o PT , com objetivos políticos internos ?

Todas as perguntas têm respostas alternativas , algumas mais explicáveis , outras menos ​​. A pergunta que resulta é difícil de responder : como o governo brasileiro " envia ", dinheiro do Estado (não do partido PT) em uma política planejada para o pós- Castrismo, precisamente quando eles sabem que ajudar os irmãos Castro é oprimir o povo cubano e se torna a melhor maneira de ser expulso da ilha neste post Castrismo,tanto pelos governantes cubanos anti-Castro que cheguem ao poder , como para os americanos , contra o qual também executam a atual política intervencionista brasileira?


Uma possível resposta para a pergunta acima é que o PT brasileiro quer "apoiar" uma abertura dupla , de caráter econômico e político na ilha (sem abertura política não há nenhum negócio com os EUA, por lei americana , repito) , independentemente dos adversários cubanos , mas apenas para aqueles cubanos "militantes" que hoje apoiam os desmandos ditatoriais e que sonham sobreviver ao fracasso e pretendem continuar com as "deliciosas rédeas do poder . "


Brasil com tudo isso, executa uma perigosa aventura partidária, ideológica e " fraternal " do partido que se encontra no poder ,o PT , que admirando a ditadura cubana e subvertendo os valores democráticos e brincando com o dinheiro do estado Brasileiro,que não pertence ao partido dos trabalhadores.

Algo assim não pode ter sucesso no curto , médio ou a longo prazo , porque , por mais que o PT brasileiro não permita,não queira, o povo cubano tem o direito de ser tão livre , democrático e independente , como é o próprio Brasil , assim como é o resto dos países da América Latina , depois de libertados das ditaduras militares que surgiram justamente por causa da imposição guerrilheira Castrista a sangue e fogo.

Para uma sociedade como a Cubana , que já pagou o alto preço de 10 mil jovens executados por razões políticas , mais de 400 mil combatentes pela democracia que cumpriram longos anos de prisão nas masmorras ditatorial e que emigraram em massa (mais 20% da população cubana vive no exílio ) , a derrota da ditadura está próxima e seria muito triste que um povo irmão,como é o brasileiro, com pessoas nobres e generosas ,tenham na sua história e seu futuro ético e moral manchas,por tentativas de impedir que o povo cubano alcançe finalmente sua liberdade.


Traduzido pelo Blog Alagoas Real do Original:
Obs:Se copiar, Citar a fonte!
Brasil al rescate de la dictadura castristaPor Jorge Hernandez Fonseca

Comentários