Cuba está coroando a CELAC com extremo zelo

CELAC-2014


Ontem recebi um telefonema de um amigo

Ele estava nervoso .Bem próximo a sua casa a polícia fazia uma intensa "limpeza " Ele tinha diversos motivos para tanta alteração , já que estava aposentado sem pensão e vive de uma antena parabólica ilegal com a qual fornece serviços de televisão para várias famílias. Assim quando a polícia fica muito rigorosa, meu amigo tem que cortar os cabos , ocultar a placa e deixar de ganhar as cotas pagas por esses dias. Um verdadeiro desastre econômico para ele. Sempre que ouve sobre a celebração de uma reunião internacional , um encontro com convidados estrangeiros dignitários de outros países,começa a temer por seu negócio . Sabe que cada um desses eventos corresponde a uma batida policial feita com zelo e intransigência .


Quando Bento XVI visitou a ilha , centenas de mendigos ,prostitutas e dissidentes foram " retirados de circulação . " A empresa telefônica Cubacel também fez a sua parte cortando serviços de milhares de usuários em todo o país 

Estamos próximos a segunda Cúpula da Comunidade da América Latina e do Caribe ( CELAC ) que será realizada no final de janeiro, em Havana.Agora caminhões são vistos com vasos com plantas e que apenas foram regadas durante duas semanas localizadas nas principais avenidas. Em algumas ruas do centro encontramos os pintores nos andaimes colorindo as paredes enegrecidas e rachadas Também estão retocando os sinais de trânsito na rota , onde os convidados vão passar e até as cercas antigas quebradas estão sendo substituídas por outras.


Se tem advertido que esta Havana clandestina e oficialmente " Irrepresentável " deve ficar quieta , muito quieta. Os Mendigos estão sendo recolhidos até que passe a cúpula; os cafetões foram advertidos para que mantenham controlados suas meninas e meninos , enquanto membros da polícia política visitam as casas dos adversários. O mercado ilegal também está em xeque. " Tranquilos,tranquilos,calma,muita calma ", repetem os policiais em um tom ameaçador , sem deixar por escrito a sua notificação.

Assim que meu amigo começou esta manhã a desconectar seus equipamentos ele ligou novamente para confirmar que nos dias 28 e 29 janeiro não pensa em colocar um pé na rua. " Nem um pouco ! Eu não tenho nenhum desejo de dormir em uma masmorra ", me disse, antes de desligar o telefone e esconder a antena .


Traduzido pelo Blog Alagoas real
Se copiar ou criar link,é obrigatório citar a fonte
Do Original
Celo y CELAC


Poderá gostar de:

Comentários