Mais Médicos :Resultado do Revalida comprova acerto das entidades médicas



16/01/2014

Apenas 109 dos 1.595 médicos formados no exterior inscritos no Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos (Revalida) foram aprovados e estão habilitados a exercer a medicina no Brasil. Portanto, somente 6,83% dos participantes foram aprovados no exame, que é coordenado pelo MEC. A informação é do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O presidente do Cremers, Fernando Weber Matos, não se mostrou surpreso com o resultado, já que em anos anteriores o percentual de aprovados também foi muito baixo:
- O baixo índice de aprovação comprova que o Cremers e as demais entidades médicas estão certas ao cobrar do governo o Revalida para os intercambistas do Mais Médicos. Agora, se o governo fizesse o Revalida, levaria anos para colocar no país esse elevado número de médicos oriundos do exterior que desembarcam sem garantia de qualificação para o exercício da medicina.

Eliminação em massa

Esta edição do Revalida contou com a participação de 1.595 médicos. Na primeira fase (provas objetiva e discursiva), somente 155 do total de participantes foram classificados para a segunda etapa (habilidades clínicas), na qual os participantes realizaram simulações de atendimento médico. Destes, 111 fizeram o exame, porém 109 tiveram aprovação e o diploma revalidado.

A maioria dos profissionais médicos recém-habilitados a trabalhar no país é composta por brasileiros (50). Com relação à origem do diploma, Bolívia, Cuba e Paraguai tiveram 33, 14 e 14 diplomas revalidados, respectivamente. Desta forma, representam 55% do total de aprovados na avaliação de habilidades clínicas do Revalida 2013.

Revalida - A avaliação é dirigida a médicos formados por instituições estrangeiras interessados em trabalhar no Brasil. Criado como estratégia de unificação nacional do processo, o Revalida utiliza parâmetros a formação médica no país, de com as Diretrizes Curriculares Nacionais dos cursos de Medicina. Desde 2011 é aplicado anualmente.
Dados incompletos – O CFM solicitou detalhamento sobre o perfil dos candidatos e dos aprovados no Revalida, mas o Inep não atendeu ao pedido

SIMERS

Comentários