Governo"desconhece" número real de profissionais no Mais Médicos

Programa contabiliza profissionais que não concluíram inscrição ou já se afastaram

A notificação para que 89 profissionais expliquem por que deixaram seus postos só foi publicada no Diário Oficial da União na última quarta-feira, mas há casos de médicos fora do programa desde agosto do ano passado.


É o caso do mineiro Samuel Vianney Pereira
Outro caso é o do médico cubano radicado na Espanha Bladimir Quintan Remedios, que trabalhava em Recife.
Mais Médicos:Veja lista de 89 profissionais que devem justificar faltas - 


Dos 89 profissionais que tiveram seus nomes publicados no Diário Oficial, há dois médicos lotados em Porto Alegre que, segundo a Secretaria municipal de Saúde, nunca trabalharam lá. São o ucraniano Bityukov Sergiy e a brasileira formada no México Maria Inez Gonzaga. Outra médica notificada na quarta, a colombiana Fanny Viviana Paz Hurtado, deveria estar atuando em Belo Horizonte, mas a secretaria local de Saúde também informou que ela nunca se apresentou para trabalhar na cidade. Continue lendo sobre: Controle do governo falha no programa Mais Médicos

Comentários