Maduro consolida sua ditadura na Venezuela : "Vou tirar a CNN"




Nicolas Maduro se reuniu com trabalhadores do Metrobus de Caracas. Enquanto o Bolivariano se solidarizava com os trabalhadores que ontem teriam sido supostas vítimas de violência , ele atacou o canal de notícias. . "Aqui está o ódio que a CNN não mostra ", disse ele enquanto inspecionava unidades do metrô supostamente danificadas na quarta-feira.

"Eles querem mostrar ao mundo que na Venezuela há uma guerra civil , porém aqui as pessoas estão é trabalhando , estudando , construindo a pátria", disse o presidente, que ordenou a Ministra de Comunicação e Informação , Delcy Rodríguez , que notifique a CNN que o governo da Venezuela iniciou um processo administrativo para tirá-los do ar.

" Que vá embora a CNN da Venezuela , já basta de propaganda de guerra , eu não aceito propaganda de guerra contra a Venezuela . Se não retificarem , fora da Venezuela " gritou o bolivariano.

O ataque de Nicolás Maduro contra a imprensa são bem conhecidos e semelhantes aos de seu antecessor , o falecido Hugo Chávez .. Durante os protestos da última quarta-feira , dia em que motorizado atacaram manifestantes da oposição e três estudantes foram mortos , o governo ordenou a saída do ar da cadeia colombiana NTN24 . O canal de televisão a transmitia os confrontos , mas seu sinal foi interrompido durante a cobertura .

Executivos do Twitter também denunciaram a censura . "Confirmou que as imagens do Twitter foram bloqueadas na Venezuela. Nós acreditamos que é o governo ", disse um porta-voz da rede social em um e-mail para a agência de notícias AFP . A plataforma era, e é , uma das favoritas entre os venezuelanos para mostrar o que estava acontecendo naquele dia, em diferentes partes do país.

Atualmente, revistas e jornais da Venezuela têm dificuldade em imprimir suas edições devido ao Governo que não libera a moeda necessária para comprar papel de jornal.

Traduzido pelo Blog Alagoas real
Se copiar ou criar link,é obrigatório citar a fonte

Do original:

Maduro contra CNN: "Vamos a sacarlos de Venezuela"


Poderá gostar de:


Peru,Colômbia e Chile pedem respeito aos Direitos Humanos na Venezuela - (0 comments)
Castro envia com urgência a tropa de elite Avispas Negras para sufocar a rebelião estudantil em Caracas - (0 comments)
Venezuela está clamando, a grito suelto un cambio con gran urgencia ..-Henry Contreras. - (0 comments)
RT Noticias en español - TV notícias -(0 comments)
Venezuela : Tweets en linea . El camino a la libertad - (0 comments)
DTV - Democracia TV EN VIVO - Miami(0 comments)
O exército de ocupação Cubano já se encontra na Venezuela: 60 mil soldados - (0 comments)
Cubano exilado traz novas denúncias e confirma desertora do Mais Médicos - Vídeo - (0 comments)
10 pontos-chave para entender o que está se passando na Venezuela - (0 comments)
Declaração no site oficial da UNASUL é diferente do texto que foi lido por Elias Jaua - (0 comments)

Comentários