Médica Cubana entrará com ação trabalhista contra o Mais Médicos

Sete médicos e um enfermeiro já processaram por escravidão Cuba e Venezuela, e agora é a vez do Brasil de participar dessa vergonha internacional !


A médica cubana Ramona Matos Rodríguez, que abandonou o programa Mais Médicos no último sábado, vai entrar com uma ação trabalhista na Justiça do Pará solicitando o pagamento do que ela deixou de receber nos últimos quatro meses em que atuou no município de Pacajá. Orientada pela assessoria jurídica da bancada do DEM na Câmara dos Deputados, a médica reivindicará também ressarcimento por danos morais. Hoje, Ramona recebeu proposta da Associação Médica Brasileira (AMB) para trabalhar no setor administrativo do escritório da entidade em Brasília.Leia no estadão





Sete médicos e um enfermeiro já processaram por escravidão Cuba e Venezuela

Indenização


De acordo com a ação movida em um tribunal federal em Miami, os autores buscam uma compensação superior a US $ 50 milhões, supostamente porque foram levados para a Venezuela " enganados" sob ameaça " e forçados a trabalhar sem limites de horas na Missão Barrio Adentro . Leia a postagem


Poderá gostar de:
Empresas do Estado cubano diretamente relacionadas com a família do governante Raúl Castro - (0 comments)
Entenda o Cuban Medical Professional Parole Program - (0 comments)
Áudio: "...que o mundo conheça a realidade do programa Mais Médicos" Dra. Ramona Matos -

Comentários