Nota SINMED-AL :População não aguenta mais tanta violência


O assassinato do empresário Guilherme Brandão, na última quarta-feira, chocou os alagoanos e ganhou destaque no noticiário por se tratar de uma pessoa conhecida, querida, bem relacionada e que teve a vida arrancada de forma brutal. Vítima da falta de segurança que assola Alagoas, Brandão não foi o primeiro e, infelizmente, não será o último. Do jeito que estão as coisas em Alagoas, qualquer um poderia estar em seu lugar. 

Todos os dias tombam em nosso estado pessoas de bem, trabalhadores, cumpridores de seus deveres, que pagam impostos, mas que não recebem nada em troca por parte da administração pública e terminam sendo vítimas do descaso e do abandono nos mais diversos setores, principalmente na segurança, na saúde pública, nos transportes precários e no trânsito, também a cada dia mais violento.

O caso do empresário expôs ainda o despreparo do comando da segurança pública, evidenciado em declarações precipitadas e desastrosas. A população alagoana não aguenta mais tanta violência e nem tanta incompetência. A situação piora a cada dia, e nada é feito em defesa da sociedade.



O Sinmed solidariza-se à família de Guilherme Brandão e a todas as famílias vítimas da violência que toma conta de Alagoas. Expressamos aqui o desejo de que o crime seja devidamente apurado e que os culpados sejam identificados e punidos.

Coluna Sinmed 

Atualização: O crime foi esclarecido pela equipe do Delegado Cícero Lima Leia mais Polícia Civil prende gerente do Maikai acusado de matar Guilherme Brandão

Comentários