Carlos Julio Peñaloza : O estranho mundo do general Quevedo

"Poucas horas depois Quevedo em seu twitter @MQuevedoF escreveu um tweet com uma velada ameaça de morte ". General Peñaloza

General Carlos Julio Peñaloza 


Quando jovem era um fã incondicional de uma cômica estorinha intitulada " O estranho mundo de Subuso ", onde um incomum personagem fazia tudo errado e só via o que queria ver. Subuso era um bonequinho do realismo mágico que acabou por desaparecer , mas agora aparece reencarnado no General da GNB Manuel Quevedo Fernández . Este militar fazendo o oposto do que está estabelecido na Constituição Nacional da Venezuela e vendo apenas o que eles dizem o que deve ver, tem galgado altas posições militares amparado por José Vicente Rangel . Graças a este poderoso padrinho parece destinado a ser o futuro comandante GNB , minpopo algo de noivo e madrinha . Os venezuelanos têm o direito de saber quem é o General Quevedo , porque é um homem público .

Desde que iniciaram os maciços protestos a nível nacional na Venezuela vi com interesse o papel e a aberta posição política do Comandante da Regional 5 da GNB ,o general Quevedo . Posteriormente recebi informação em documentos e decidi realizar uma investigação sobre ele. De acordo com minhas fontes esse oficial , no ano de 2000, sendo capitão e estando sob o comando do General Marco Ferreira, havia sido observado em um incidente grave. Intrigado localizei Ferreira que me informou que sendo comandante do CORE 5 , verificou-se no destacamento 59 de La Guaira um contrabando de meia tonelada de cocaína escondida em latas de atum . A investigação interna estabeleceu que um guarda nacional de sobrenome Villarroel , da companhia do capitão Quevedo, possivelmente teria sido indiciado . A investigação feita a Villarroel encontrou indícios de que a operação foi supostamente protegida pelo Capitão Quevedo .

Nesta situação Ferreira pediu ao Comando da GNB que solicitasse ao Procurador a abertura de uma investigação sumária . Poucas horas depois de levar este requerimento recebeu um telefonema do Comandante da Guarda afirmando que por ordem do presidente Chávez , Quevedo havia sido transferido para o comando de José Vicente Rangel como seu assistente.Posteriormente Ferreira foi removido do cargo e as investigações sobre seu suposto envolvimento no caso foi suspensa. Esta decisão estranha e seus efeitos posteriores indicam que algo cheira mal neste caso. Qual é a relação entre JVR e Quevedo ? Porque temiam uma investigação de Quevedo ? Porque a Procuradoria suspendeu a investigação sumária em seu caso ? Algum dia nós saberemos a resposta. Há razões para pensar que há causas secretas importantes .


. Quando JVR foi removido do cargo de Ministro da Defesa em abril de 2002 , Quevedo foi enviado para fazer um mestrado nos EUA. Em seu retorno , ele declarou abertamente ser Chavista e sua carreira tem sido estelar, sempre ascendente até a sua promoção atual de Comandante do CORE 5 . Esta posição coloca como quase certo Comandante da GNB em poucos anos . Como é possível que um oficial com esse arranhão em sua carreira consegue se tornar uma estrela no firmamento militar desse regime? Porque não são penalizados Quevedo e outros Comandantes Regionais da GNB que patrocinam , protegem e trabalham conjuntamente com paramilitares mercenários da Missão Miranda formados em Cuba? Esta ação é traição a Pátria e viola a Constituição Nacional, as leis e as normas militares e regulamentos estabelecidos pelo Estatuto de Roma.

O tema deste artigo foi apresentado em público em uma entrevista que fiz com General Ferreira na quinta-feira 20 de março no canal www.elvenezolano.tv . Poucas horas depois Quevedo em seu twitter @MQuevedoF lançou um tweet com uma velada ameaça de morte . Textualmente está assim o tweet :" General Penaloza eu não sou um General Chavista e você cheira a formol ! Este anúncio de morte em público é uma ameaça real , a fim de intimidar . Esta ameaça foi denunciada para agências de segurança nos EUA, onde eu moro. Em todo caso responsabilizo Quevedo por qualquer atentado.
Manuel Quevedo:Ameaça  velada de morte no twitter ao General Peñaloza



A impunidade que goza Quevedo é tal que no perfil de seu twitter se define como "Um soldado chavista" em clara violação a Constituição Nacional. Como é possível que um general que se gaba publicamente como "Chavista " ser nomeado Chefe da brutal repressão em Caracas? Que pensa a Ministra Melendez ? . Oficiais institucionalistas devem decidir se querem continuar a viver neste cenário abominável . Esta situação de manifesta transgressão em promoções , alocação abusiva de cargos e associação com mercenários paramilitares não pode continuar se verdadeiramente somos um país honrado. Gostaria de lembrar que juramos defender a Constituição Nacional até perder a vida se for necessário.

Traduzido pelo Blog Alagoas real
Se copiar ou criar link,é obrigatório citar a fonte
Do Original
Carlos Julio Peñaloza: El extraño mundo del general Quevedo


Poderá gostar de:


Visita de Chanceleres da UNASUL a Caracas - 25 e 26 de março de 2014 -(0 comments)
Maduro e as profecias - (0 comments)
Pablo Medina e Walter Marquez entregam as FANB documentos comprovando que Maduro não é Venezuelano - (0 comments)
General Baduel da prisão envia mensagem aos jovens Venezuelanos -(0 comments)
Venezuela :Quase todo o gás lacrimogêneo (60%) é proveniente do Brasil - (0 comments)
Carlos Julio Peñaloza : O estranho mundo do general Quevedo - (0 comments)
Brasil : intervenção de Maria Corina na OEA acabaria em " Circo " - (0 comments)
"Quando escutei um representante do meu país dizer essa barbaridade ..... me deu vergonha de ser brasileiro. " Reinaldo dos Santos - (0 comments)
Walter Marquez: "Nicolas Maduro é Colombiano, nascido em Bogotá" - (0 comments)

Comentários