Mais Médicos: comissão de fiscalização financeira quer ouvir ministro da Saúde Arthur Chioro



A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle convidou o ministro da Saúde, Arthur Chioro, para falar sobre o regime de contratação dos médicos cubanos pelo governo brasileiro no programa Mais Médicos. A audiência está marcada para quarta-feira (19), às 11 horas, no plenário 9.

O convite foi feito a pedido do líder do DEM, deputado Mendonça Filho (PE). Ele questiona a informação dada pelo ministro de que os contratos que viabilizaram a vinda de médicos cubanos, assinados por intermédio da Organização Panamericana de Saúde (Opas), eram idênticos aos firmados com 60 países outros, incluindo França, Chile e Itália.

“Contudo, na França os contratos são individualizados, os cubanos não participam de nenhum programa federal e possuem os mesmos direitos dos médicos franceses. No Chile, idem. E mais alarmante ainda: a Itália não contrata médicos cubanos”, afirma o líder.

Mendonça Filho afirma que o programa Mais Médicos já recrutou 6.658 profissionais do exterior. “Destes, 80% são cubanos e recebem menos de 25% dos R$ 10 mil pagos como salário aos outros integrantes”, ressalta.

Da Redação - DC

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



alagoasreal.blogspot.com/.../tv-camara-ao-vivo-e-online-transmissao.html

Comentários