DEM quer comissão externa para investigar atuação do G2 Cubano (DGI) no Mais Médicos

Diante as perguntas do jornalista de O Globo a médicos na recepção do hotel,antes de se identificar , Roilder Frometa Romero havia abordado o jornalista para informar que não deveria conversar com eles. Quando foi perguntado sobre o seu papel no programa,ele disse: "Você está se metendo em coisas perigosas."http://alagoasreal.blogspot.com.br/2014/04/la-nueva-cubamedicos-cubanos-no-brasil.html
Nicolás Maduro e o general cubano Ramiro Valdez, chefe do G2
Na formação do Ministério do Interior (MININT), o G-2 passou a fazer parte dessa instituição com a nomenclatura de Departamento de Segurança do Estado (DSE). Nesse Ministério foi criado outro orgão dedicado a assuntos internacionais, denominado de Direção Geral de Inteligência (DGI), que se converteu no mais importante serviço de inteligência e contra-inteligência no exterior.




Notícia do DEM

O deputado Ronaldo Caiado (Democratas-GO), líder da minoria no Congresso, quer uma comissão externa da Câmara para investigar a presença de integrantes do governo cubano no Brasil monitorando todos os passos dos médicos do programa Mais Médicos. Reportagem do jornal O Globo publicada nesta sexta-feira (4/4) revela que médicos cubanos em treinamento em São Paulo ficam confinados o dia todo em um hotel da capital paulista e, quando saem, são sempre acompanhados do cubano Roilder Romero Frometa, apresentado como representante da OPAS (Organização Panamericana da Saúde). Caiado ainda vai encaminhar um requerimento de informação ao Ministério da Saúde questionando quantos membros do governo cubano estão no Brasil com a finalidade de fiscalizar os médicos em atuação no programa brasileiro.

“O governo brasileiro está se propondo a instalar no Brasil um campo de concentração dos anos 2000 para submeter os cubanos a uma situação de confinamento e escravidão. Está claro que esse funcionário cubano que se diz responsável pela logística dos médicos é um verdadeiro policial da Gestapo travestido de funcionário da OPAS”, protesta Caiado.

Segundo o parlamentar, a comissão externa, além de deputados, teria representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), e de entidades ligadas aos direitos humanos, já que em sua visão a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República é convivente com essas práticas de sujeitas médicos a condições análogas a escravidão.

“Queremos saber o por quê da presença desses coordenadores da polícia cubana no hotel Excelsior, e em outros locais do País. Vamos até o hotel para conferir. Precisamos quebrar essa situação que o governo brasileiro insiste em manter. Se fosse uma situação semelhante em uma empresa privada, os funcionários seriam imediatamente libertados e o proprietário preso e condenado. Mas o governo pode descumprir a legislação”, afirma. “Espero que o presidente da Câmara coloque na pauta essa proposta da comissão externa para que possamos aprová-la e levar essa investigação adiante essa investigação”, destaca.
Fonte:Assessoria de imprensa

Comentários

Marcos disse…
Parabéns, Ronaldo Caiado.
A pergunta que temos é: RENAN CALHEIROS vai ter hombridade desta vez em acatar esse pedido, dar provimento e não se curvar às ordens de Dilma ou do PT.
Segunda pergunta: povo de ALAGOAS, vocês tem certeza que querem ainda reeleger Renan Calheiros, depois de conhecer o histórico de problemas dele e ainda ver que ele é marionete do Executivo ????
Marcos disse…
Parabéns ao Senador Ronaldo Caiado.
Resta perguntar se desta vez Renan Calheiros vai ter a hombridade de recepcionar este pedido e dar provimento, ao invés de submeter-se às ordens de DILMA e do PT, como fez com a Petrobrás.
A segunda pergunta: povo de Alagoas, tem certeza que querem reeleger Renan Calheiros, depois de conhecer o histórico de problemas dele e ver que ele tem sido mera marionete do PT?
MACUNAÍMA disse…
TEORIA DA CONSPIRAÇÃO????
Imagine, o tal do cubano está apenas mantendo a ordem (UNIDA) e se alguém tiver alguma coisa para reclamar (SE É LOUCO!, MATAM MINHA FAMÍLIA) haverá um SAC em CUBA.