Grávidas contaram a enfermeira que foram abusadas por Cubano do Mais Médicos



Três grávidas procuraram a Polícia Civil para denunciar o médico, que trabalha na cidade desde o início deste ano. Elas afirmaram que ele cometeu atos libidinosos contra elas durante as consultas.Todas foram submetidas ao exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML).



Segundo uma das gestantes, que está de 7 meses, o abuso aconteceu durante um exame pré-natal. "Fui para uma consulta de rotina, meu quadro é de infecção urinária. Ele pediu para que eu deitasse em uma maca não convencional, não usada para aquilo, e tocou nas minhas partes íntimas por um período maior que o normal de um toque. Ele teve a intenção de um ato libidinoso", relatou a paciente. G1




Poderá Gostar :

Armas de penetración masiva-Por: Dr.Eloy A. González |A milícia sexual dos Castro alagoasreal.blogspot.com.br/2013/11/missoe

Comentários