Mais Médicos a la Nietzsche : Dilma diz que Cubanos são mais atenciosos que profissionais brasileiros




Para quem cultua Nicolas Maduro e Fidel Castro(infratores costumazes dos Direitos Humanos)exemplos de governos democráticos,ver os médicos Cubanos como mais atenciosos que os médicos brasileiros,somente confirma o anacronismo presente nas emoções, sentimentos e pensamentos deste ser condicionado ao passado político . O “Perspectivismo” de Dilma com o Mais Médicos faz recordar a suposta teoria do conhecimento de Nietzsche, cuja ideia básica pode ser resumida nas seguintes palavras: “não há fatos, apenas interpretações” .


"A presidente Dilma Rousseff afirmou que os médicos cubanos são mais requisitados pelos prefeitos por serem mais atenciosos que os brasileiros. Jornal Extra"

Seria interessante conhecer um pouco mais dessa falácia atenciosa realizada por alguns desses agentes de saúde Cubanos:

Diego E. Arria ex-governador de Caracas e ex-Presidente do Conselho de Segurança da ONU, em seu artigo para o jornal Nuevo Herald, apresenta aos leitores uma síntese da invasão Cubana orquestrada por Fidel Castro, nos países que firmam convênios na área de saúde. Arria cita que a penetração no aparato governamental tem início com a chegada dos "médicos". Leia o artigo que foi traduzido para o português aqui :O exército de ocupação Cubano já se encontra na Venezuela: 60 mil soldados

Em 2002 uma comovente carta do Advogado Juan Carlos ,ativista dos Direitos Humanos e deficiente visual,foi escrita em uma masmorra dos Castros .O mais grave dessa história animalesca e inumana é o relato de Juan sobre a tortura que sofreu da médica Dra. Dania Marqués Cabrera que aplicou castigos terríveis em seu corpo e alma. A médica tinha por obrigação moral e ética ,o dever de proteger a sua vida,porém seu comportamento galgou os limites da irracionalidade. A Dra. Dania Marqués Cabrera "atenciosamente" apalpava,conversava,olhava nos olhos de Juan Carlos e torturava! Conheça a história nessas postagens Cuba,julho de 2002 : "Dra. Dania Márquez Cabrera disse que eu não tenho nada ,e se morrer ,me enterram"- Juan Carlos,prisioneiro e deficiente visual e Carta da Prisão: Relato do Advogado Juan Carlos sobre tortura praticada por policiais e uma médica Cubana
Deputado Peruano Javier Bedoya (Lima ,abril de 2013):Cuba invade com agentes Médicos
Em 10 de agosto de 2013 no Hospital Nacional de Reclusos (HNR) da Prisão de Combinado del Leste, Havana ,morreu o detento Osvaldo de 47 anos de idade  por falta de assistência da médica plantonista .Leia a postagem:CUBA: detento morre por negligência médica

No dia 2 de setembro de 2013, durante a visita médica ocorrida na prisão de Combinado del Leste em Cuba, o Dr. Alexis "carinhosamente falou" ao detento Daniel Perez : "não estou interessado em sua cura" . Leia a postagem aqui


Em Cuba o julgamento dos acusados ​​pelas mortes de 26 pacientes  por hipotermia, fome e falta de assistência Médica no mais importante hospital psiquiátrico começou em 2011 na capital Havana.A verdade Cubana sempre está presente nas entrelinhas do poder Castrista.A postagem : Dr. Lorenzo Somarriba López, chefe da brigada cubana no Haiti ,e as 26 mortes em Mazorra, conta um pouco dessa história médica nefasta.

Deixo outros links que corroboram o mito da Medicina Cubana.


Dilma volta a demonizar os médicos brasileiros (10/2013)

O único fato racional dessa história é que o Mais Médicos é o maior programa eleitoreiro, e os cubanos são os agentes estratégicos de uma política de campanha !

Comentários