RTP1: O trabalho escravo dos médicos Cubanos em Portugal - VÍDEO


Médicos cubanos que trabalham em Portugal recebem 20 por cento do ordenado

Governo esconde contrato dos médicos cubanos
Passam fome
São ameaçados de prisão . Recusam dar entrevistas com medo de represálias
Os chefes das missões são chamados de vigilantes
Escravatura branca,diz o Presidente da Ordem dos Médicos de Portugal
Dos 4 mil euros só uma pequena parte, no máximo 20% é paga ao médico cubano
Muitos médicos cubanos abandonaram o programa em  Portugal e não querem continuar trabalhando,porém tem medo das punições de Fidel.



Os médicos cubanos chamados a trabalhar em Portugal recebem um terço daquilo que é pago a qualquer clínico português que exerça as mesmas funções no Serviço Nacional de Saúde. Mas cada um custa quatro mil euros mensais ao Estado português, 80% do dinheiro segue diretamente para o regime de Havana.

O Presidente da Ordem dos Médicos fala numa espécie de "escravatura branca". Este acordo foi assinado entre Portugal e Cuba durante o segundo governo de José Sócrates. Até hoje, além dos signatários, nunca ninguém viu este contrato secreto, nem sequer os médicos cubanos que chegam ao seu abrigo.

Isabel Pereira dos Santos/Hermano Soares/Bruno de Jesus/Samuel Freire/Ruben Sousa30 Mai, 2014, 21:59 / atualizado em 31 Mai, 2014, 10:44

Comentários