MPF/AL vai à Justiça contra optometristas





O Ministério Público Federal em Alagoas ingressará com uma ação na Justiça Federal, com pedido de liminar, para coibir a atuação de optometristas que realizam “consultas oftalmológicas” e prescrevem óculos de grau e lentes de contato, colocando em risco a saúde ocular da população. A iniciativa foi informada pela procuradora da República Niédja Kaspary, durante audiência concedida ao Sinmed e Cooperativa dos Oftalmologistas na última semana.

Além da liminar para suspender a atuação desses profissionais de imediato, na ação a procuradora pede que a Justiça Federal determine à ANVISA que fiscalize e impeça que os profissionais ligados ao Conselho Brasileiro de Óptica e Optometria exerçam, de forma ilegal como vem ocorrendo, atividades próprias de médicos oftalmologistas.
COLUNA DO SINMED AL - DOMINGO, 13 DE JULHO DE 2014

Comentários