Epidemia de cólera em Camarões mata mais de 200 pessoas




No total, de acordo com o Ministério da Saúde do país, mais de 1.500 pessoas ficaram infectadas. A porcentagem dos doentes com cólera que morrem da doença constitui 60%.

Em Camarões, apenas um terço da população de 22 milhões de pessoas tem acesso à água potável. Em 2010, o surto de cólera matou mais de quatro mil pessoas.

A vizinha Nigéria também registrou um surto da doença. De acordo com a organização de caridade ISMA, 16 pacientes morreram, mais de 700 pessoas ficaram infectadas.

A epidemia de cólera na África Ocidental começa geralmente durante a estação chuvosa, que dura de abril a outubro.

Mais cedo, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) informou sobre a rápida propagação da cólera no Sudão do Sul.

De acordo com a organização, com sede em Genebra, casos da doença, cujo surto foi oficialmente declarado na capital do país Juba, foram registrados em mais dois estados – Alto Nilo e Junqali.
ruvr.ru

Comentários