Leishmaniose visceral americana e febre maculosa no Brasil


A Secretaria Municipal de Saúde, através do Centro de Controle de Zoonoses, tem intensificado as ações de combate a leishmaniose visceral americana (lVA), segunda doença parasitária que mais faz vítimas no mundo (a primeira é a Malária). 

A zoonose é comum ao cão e ao homem, sendo que os humanos contraem por meio da picada do mosquito fêmea que adquiri o parasita ao picar o cachorro (que é o hospedeiro). Desde o início deste ano 58 cães foram diagnosticados com a doença no município (todos foram eutanasiados).Não há registro de casos em humanos.


Estado confirma mais uma morte por febre maculosa no RJ

A Superintendência de Vigilância Epidemiológica e Ambiental da Secretaria de Estado de Saúde confirmou mais uma morte por febre maculosa no Noroeste Fluminense. A coordenação de epidemiologia de Varre-Sai informou que a vítima é um homem. Até o momento, já são quatro óbitos provocados pela doença, três em Varre-Sai e um em Natividade. Ainda há 71 casos suspeitos sendo investigados. As amostras passam por análise laboratorial e aguardam confirmação. As notificações foram registradas em localidades nos municípios de Natividade, Varre-Sai, Itaperuna, Porciúncula e Bom Jesus do Itabapoana.

Comentários