NOTA DE PESAR DO CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA PELA MORTE DE EDUARDO CAMPOS

Em nome dos 400 mil médicos brasileiros, o Conselho Federal de Medicina (CFM) expressa publicamente seu pesar pela morte do governador Eduardo Campos, candidato à Presidência da República. Aos familiares, amigos e admiradores, a entidade manifesta sua solidariedade neste momento trágico.

Aos 49 anos, Campos era inegavelmente um dos políticos mais promissores do país, dono de grande capacidade de liderança e articulador de um projeto consistente para o desenvolvimento brasileiro.

A perda deste grande homem deixa enorme lacuna no cenário político nacional, contudo, esperamos que seu desejo de luta por mudanças para o País sobreviva, com a formulação de políticas estruturantes para a Saúde, a Educação e o Desenvolvimento Social, entre outras áreas.

Como ele mesmo disse, em entrevista, um dia antes dessa tragédia, os brasileiros não devem desistir do Brasil e de expressar “a sua indignação, o seu sonho, o seu desejo de ter um Brasil melhor” com o objetivo de criar uma sociedade mais justa.


Brasília, 13 de agosto de 2014.

Conselho Federal de Medicina (CFM)

Comentários