Rússia vai montar laboratório na África para combater ebola



Segundo Alexander Semenov, chefe do laboratório de imunologia e virologia do Instituto de Investigação Científica Pasteur, um grupo de dezenas de cientistas de Saratov e Novossibirsk vão viajar para a Guiné durante esta semana.


"Chegamos a um acordo com as autoridades da Guiné sobre a chegada dos nossos especialistas no terreno e ajudarão com um diagnóstico laboratorial especial na luta contra Ebola", disse. O laboratório será instalado em caminhões Kamaz e acampamentos de tendas.


O cientista Semenov afirma que “a luta será difícil e que os prazos para o término da epidemia estão avaliados em cinco meses."


"Nós acompanhamos cuidadosamente a situação”, afirmou o cientista. Semov assinalou que já foi criada uma vacina experimental para prevenir a febre Ebola, que teve êxitos.
FONTE-SAPO

Comentários