SINMED-AL : Luto pelo fim trágico de Eduardo Campos


Luto pelo fim trágico de Eduardo Campos

O Sindicato dos Médicos lamenta e externa sua perplexidade diante do fim trágico do presidenciável Eduardo Campos (PSB), que representava um sopro de esperança de uma futura mudança para melhor no nosso País. Há décadas não despontava no cenário político brasileiro uma liderança com anseios e ideais tão sintonizados com as necessidades do Brasil.

Além do luto, da sensação de uma perda irreparável, fica o estranhamento pela forma como aconteceu. De tudo que já foi investigado e divulgado, não se chegou ainda a uma causa provável para a tragédia. Terceiro colocado nas pesquisas eleitorais, Eduardo Campos certamente não se elegeria. Não este ano. Mas tinha um futuro promissor pela frente, bagagem política, projetos e transmitia confiança, credibilidade.

Morreu junto com outras seis pessoas: assessores e os pilotos da aeronave. A tragédia enlutou o País e, em particular, sete famílias que perderam muito mais um político, assessores competentes ou pilotos bem preparados e experientes: perderam filhos, irmãos, pais, esposos, sobrinhos, amigos de uma vida inteira. A todas as famílias enlutadas e aos amigos do Sindicato dos Médicos de Pernambuco, fica aqui a solidariedade de todos os que fazem o Sinmed.

Poderá gostar de:

Médicos cubanos no Brasil trabalham para a ditadura Castrista pagar o Porto de Mariel 

Comentários