Ebola pode alterar o curso da história,diz Michael T. Osterholm


Vírus Ebola
Ebola:Apocalypse Now

O vírus Ebola pode alterar o curso da história muito mais do que jamais fez outra epidemia . O alerta foi na coluna do New York Times,por Michael T. Osterholm, diretor do Centro de Investigação em Doenças Infecciosas e Política na Universidade de Minnesota. "Houve mais de 4.300 casos e 2.300 mortes nos últimos seis meses", Osterholm escreve. "Na semana passada, a Organização Mundial da Saúde alertou que, no início de outubro, milhares de novas infecções vão ocorrer.


O que não foi dito publicamente, apesar de reuniões e debates, é que estamos em um território totalmente inexplorado. Há dois possíveis desdobramentos dessa história: a primeira possibilidade, de acordo com o estudioso, é que o vírus Ebola vai se espalhar na África Ocidental e seguir para as megalópoles em outros países do mundo em desenvolvimento como o que acontece quando uma pessoa infectada chega a Lagos , Nairobi, Kinshasa ou Mogadíscio - ou até Karachi, Jacarta,e a Cidade do México . A segunda possibilidade que os virologistas estão relutantes em discutir abertamente, mas certamente estamos vendo, é que o vírus possa sofrer uma mutação para se tornar transmissível pelo ar - "agora o ebola é contraído " apenas através do contato com fluidos corporais." Mas, a evolução do vírus é sem precedentes; houve mais infecções nos últimos quatro meses do que havia acontecido nos últimos mil anos. "E, de acordo com Osterholm, cada nova infecção existe trilhões de mutações genéticas.

Se copiar é obrigatório citar o link do Blog Alagoas Real
e do artigo original

Comentários