Guiné : Habitantes da vila de Womé matam equipe de educação sobre o ebola


A equipe buscava educar a população sobre os riscos do vírus ebola e foram mortos por habitantes da vila de Womé


Ebola no sul da Guiné-Conacri,


Corpos das vítimas foram encontrados na floresta.



Sete responsáveis locais e jornalistas da Guiné, desaparecidos terça-feira durante uma campanha de sensibilização sobre o vírus Ebola no sul da Guiné-Conacri, foram mortos por habitantes da vila de Womé, anunciou esta quinta-feira o Governo.



Os sete corpos foram encontrados naquela vila, que fica próxima de N´Zérékoré, a segunda maior cidade da Guiné, numa região de floresta, declarou à rádio o ministro da Comunicação guineense, Alhoussein Kaké Makanéra.



A maior parte dos habitantes de Womé fugiu da vila.

Lusa

Comentários