Que os resultados das urnas confirmem as expectativas de que as mudanças virão - Sinmed Al



VOTO PELA DIGNIDADE MÉDICA

O SINMED conclama a classe médica a comparecer às seções eleitorais vestindo azul ou amarelo, cores símbolos da luta da categoria a favor da saúde e da medicina no Brasil. Nos últimos anos, os médicos brasileiros tornaram-se alvos de ataques do governo federal, que promoveu o sucateamento da rede pública de atendimento à população e passou a culpar a categoria – mal remunerada e sem condições éticas de trabalho – pelo caos instalado nos hospitais e postos de saúde, culminando na importação de intercambistas estrangeiros (majoritariamente cubanos) sob a alegação de que os médicos brasileiros não querem trabalhar.

Neste domingo, 26 de outubro, o segundo turno da eleição presidencial é a oportunidade definitiva de decidir a favor do resgate da dignidade profissional do médico brasileiro. O Brasil não precisa de intercambistas. O Brasil, os médicos e a população brasileira carecem de investimentos em infraestrutura de saúde, desde a atenção básica até a alta complexidade. Os profissionais precisam ser dignamente remunerados, trabalhar em condições éticas, ter um plano de carreira no SUS e incentivo à interiorização.

Do governo que aí está não dá para esperar nada, além de mais ataques à categoria – agora com a promessa de campanha para importação de “especialistas”. Mais do que antes, neste segundo turno os médicos devem se converter em fiscais da luta contra as ameaças à categoria - que é a luta a favor de mudanças. Os médicos brasileiros exigem respeito, querem e merecem ser tratados com dignidade. Que os resultados das urnas confirmem as expectativas de que as mudanças virão.

Comentários