Brasil quer mais médicos cubanos no próximo ano,principalmente especialistas

Brasil quer mais médicos cubanos no próximo ano, especialmente especialistas
O embaixador do Brasil em Cuba, Cesario Melantonio Neto, disse que seu país tem agora mais de 11.800 médicos cubanos generalistas, e deseja receber mais médicos da ilha para o próximo ano, especialmente especialistas.


"Temos que discutir com as autoridades cubanas, mas estamos interessados em receber médicos especialistas se há disponibilidade", disse o diplomata, citado pela EFE, numa conferência de imprensa na Feira Internacional de Comércio em Havana (FIHAV 2014), a principal bolsa de negócios na ilha.



Neto disse que cerca de 48 milhões de brasileiros que recebem cuidados primários de médicos cubanos como parte do mais médicos manifestaram "muito satisfeito" com o seu desempenho.


O embaixador disse que estava consciente da importância para Cuba da exportação de serviços médicos , já que é a sua principal fonte de renda ,mais de 8,5 mil milhões de dólares por ano, por isso ele reiterou a intenção do Brasil de aprofundar esta parceria a longo prazo .


Infiltração comunismo cubano no Brasil
O ministério brasileiro havia assegurado em meio a campanha de reeleição de Dilma  Rousseff, que só chegariam outros médicos da ilha para substituir aqueles que abandonaram o programa

As declarações do embaixador Neto confirmam que o governo de Dilma Rousseff tem como objetivo ampliar a participação de Cuba no programa Mais Médicos,incluindo hospitais , como revelou o jornal O Estado de São Paulo, em uma entrevista publicada em setembro, com o ministro cubano da Saúde Pública , Roberto Morales.


"Sabemos que a presidente Dilma quer expandir o programa 'Mais Médicos' para incluir uma maior atenção nos hospitais", disse Roberto Morales


Editado e traduzido pelo Blog Alagoas Real.
Se copiar é obrigatório citar a fonte original,e o Blog Alagoas Real,com seus links anexos!


Brasil quiere más médicos cubanos el próximo año, sobre todo especialistas

Comentários