FHC e outros líderes pedem liberdade para os presos políticos na Venezuela

Fernando Henrique Cardoso


Os principais líderes políticos, celebridades, intelectuais e empresários reunidos no XV Fórum Ibero-Americano , se uniram ao coro internacional que apoia a resolução do Grupo de Trabalho sobre Detenção Arbitrária do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas e pediram a libertação imediata de Leopoldo Lopez, Daniel Ceballos e outros presos políticos detidos de forma arbitrária.


Entre os que assinaram o comunicado de imprensa destaca os ex-presidentes Felipe González (Espanha) e Fernando Henrique Cardoso (Brasil), Ricardo Lagos (Chile), Julio Maria Sanguinetti (Uruguai) e Belisario Betancourt (Colômbia).
Fernando Henrique Cardoso no XV Fórum Ibero-Americano

"A livre associação de políticos, empresários e intelectuais, expressa sua concordância total e apoio ao pedido feito a Venezuela pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Zeid Ra'ad Al Hussein, para que a mesma libere os políticos opositores detidos arbitrariamente, bem como ratifica o recente parecer do Grupo de Trabalho das Nações Unidas para instar a Venezuela para liberar Leopoldo Lopez, Daniel Ceballos e Enzo Scarano ", diz o comunicado da Comissão.



Este fórum está completando 15 anos e foi realizado na Cidade do México- também participaram representantes de empresas importantes da Espanha, Portugal e América Latina. Também intelectuais proeminentes.

O fórum Ibero-Americano foi criado pelo escritor mexicano Carlos Fuentes, como uma espécie de reflexão, análise e propostas para o desenvolvimento presente e futuro da comunidade latino-americana e, agora, manifesta apoio aberto ao respeito pela dissidência política, ao direito à liberdade de expressão e de opinião.

Comentários