Médico Cubano com Ebola relatou a ONU em 2004 inverdades sobre a saúde do preso político Espinosa Chepe

 Médico Cubano com Ebola atendeu em 2003 Espinosa Chepe, e mentiu na ONU sobre a saúde do preso político 
ética médica em cuba regida pelo castrismo

A ética Médica dos Médicos Militares de Cuba, é regida por um código escrito pelo Partido Comunista Cubano, aprovado pelos tiranos Castro.



Em agosto de 2003 Félix Báez Sarría,que agora está hospitalizado com ebola, foi  designado para atender o economista dissidente Oscar Espinosa Chepe, que foi detido na Causa dos 75 e condenado a 20 anos de prisão. Espinosa Chepe estava sofrendo de problemas graves no fígado e teve de ser hospitalizado por piora clínica. Ele morreu na Espanha no ano passado.

O médico Félix Báez Sarría participou de uma conferência de imprensa,presidida pelo então ministro das Relações Exteriores, Felipe Pérez Roque, para rechaçar uma condenação a Cuba imposta pela Comissão de Direitos Humanos das Nações Unidas em março de 2004. O Dr. Baez Sarria desmentiu as acusações de maltrato a prisioneiros enfermos ante aos jornalistas nacionais e correspondentes estrangeiros em Havana.


Na época, Baez Sarria negou que Espinosa Chepe estivesse sofrendo  de cirrose hepática e câncer. Ele afirmou que "o fígado do dissidente político (Espinoisa Chepe)estava funcionando corretamente" e que o paciente "não tinha sintomas ou sinais de insuficiência hepática." Disse ainda que o prisioneiro estava em excelentes condições e que o mesmo teve ganho de peso na prisão.


O médico que hoje está com ebola e deve ser transferido para tratamento na Suíça (desprezado pelo seu governo Comunista,já que os Castro não vão repatriar quem adoecer na missão africana contra o ebola ) respondeu especificamente as perguntas do seu Ministro, Perez Roque.O diálogo entre eles na conferência de imprensa podem ser vistos no site digital do Ministério das Relações Exteriores.

Oito meses depois dessa conferência, em 29 de novembro de 2004, o governo cubano concedeu liberdade condicional a Espinosa Chepe, devido à sua saúde precária e complicações hepáticas.


Editado e traduzido pelo Blog Alagoas Real.
Se copiar é obrigatório citar a fonte original,e o Blog Alagoas Real,com seus links anexos!


Veja também:

O regime que o povo de Cuba é submetido pelos Castro, eliminou a importância que os Conselhos de medicina tinham antes da ditadura .

Dania Marqués Cabrera que aplicou castigos terríveis em seu corpo e alma. A médica tinha por obrigação moral e ética ,o dever de proteger a ...

Código de Ética Médica Cubano aprovado pelo PCC |Alagoas Real
Código de Ética Médica Cubano aprovado pelo PCC. Ética Médica. Na prática médica, existem requisitos para exercer tal profissão com ...

Novo Blefe Habanero : Ebola e os Kamikazes salvadores da ...
outros suicidas se aventuram através do mar para chegar aos EUA, porque eles sentem que Castro é pior do que o Ebola.

Mortes suspeitas nas prisões de Cuba,e médicos militares só veem ...
O jovem prisioneiro Iyamil Garcia Benitez , de 35 anos , morreu em circunstâncias pouco claras na prisão Combinado del Este, em Havana.

Comentários