Programa Mais Corrupção : Brasil e Cuba disputam o primeiro lugar no ranking mundial



Programa Mais Corrupção :  Brasil e Cuba disputam o primeiro lugar no ranking mundial



Alguns casos de Escândalos e Corrupções na Ditadura Castrista 

A corrupção em Cuba transformou-se numa prática de tal forma generalizada que chega aos mais altos cargos da administração pública e a membros do Partido Comunista Cubano. Em alguns setores assiste-se à atuação de verdadeiras “máfias”.


Vários relatórios, declarações e dados compilados pela área consular norte-americana em Havana dão conta destas práticas corruptas . Segundo os documentos é comum, por exemplo, a prática de cobrar comissões ilegais sempre que é preciso autorizar alguma coisa.


A maioria dos seus 11,2 milhões de habitantes trabalha em empresas do Estado”


O ex-embaixador espanhol na ilha de Cuba, Carlos Alonso, foi citado como tendo comentado aos diplomatas norte-americanos que “a corrupção é necessária para sobreviver”.


A escolha de novos funcionários públicos - por outros funcionários que já trabalham para o Estado e têm poder de decisão nesta matéria - também é alvo de subornos. Empregos em que o futuro trabalhador poderá vir, ele próprio, a ganhar dinheiro extra - como por exemplo um trabalho junto dos setores do turismo ou dos combustíveis - poderão custar aos candidatos muito dinheiro para terem a certeza que serão escolhidos.


Os policiais são famosos por aceitar subornos.


As práticas de corrupção estão particularmente instituídas nos setores do turismo, da construção,da distribuição de alimentos e saúde. Nestas áreas a atuação é de verdadeiras “máfias”.


“A corrupção em Cuba é uma ferramenta de sobrevivência aceita. Os cubanos ganham uma média de 18 dólares por mês”.

Perante este cenário, as autoridades toleram as atividades à margem da lei até certo ponto, mas quando assistem a desvios importantes atuam com severidade.


Corrupção na Saúde Cubana


Em 14 de fevereiro de 2011, Pedro Sevcec entrevistou o médico Rafael Cruz Fontirroche refugiado cubano que denunciou a corrupção dentro da missão médica cubana na América Latina, causada pelo despotismo do regime criminoso e totalitário e comunista de Cuba. Brigadas médicas cubanas são prostituídas como um instrumento político para dar glória a ditadura de Fidel Castro.


O pediatra cubano Rafael Cruz Fontirroche desertou da brigada de médicos enviada por Havana para prestar serviços em uma localidade do Caribe no Sul da Nicarágua .


O Ministério da Saúde Pública (MINSAP) tem um departamento que trata precisamente de recrutamento colaboração de médicos, dentistas e enfermeiros cubanos para cumprir missões no exterior.


.Por ali tem passado uma infinidade de chefes, substituído com suspeitosa frequência . As razões são óbvias . O negócio de venda de missões está nos mais altos escalões do Ministério de Saúde Pública, porque nem todos os profissionais de saúde de Cuba qualificam-se para ir ao exterior , e há lugares que são mais procurados para cumprir a missão .


Vai parecer uma pergunta incomum que vou deixar no ar, mas há testemunhas que não ficará surpresa com isso : Quanto custa em dólares sair de Cuba para cumprir uma missão para a qual eles não teriam escolhido você ? Tenho certeza que haverá muitos colaboradores que poderiam responder a isso.




Outra solução para evitar o acúmulo de material médico foi vender aos traficantes venezuelanos. Mas a delação dos Chavistas forçaram a mudar de tática . Agora eles enterram .

Afirma o técnico que para ficar na missão, os colaboradores de diferentes especialidades informam pacientes falsos. A inflação pressupõe entregas de materiais médicos que devem desaparecer de algum jeito.

Muitas vezes, os nomes dos pacientes são nossos vizinhos em Cuba. Até da nossa família " , diz ele.




González menciona que existe um negócio ainda mais lucrativo : a prática médica privada , incluindo abortos. O médico diz que realizar abortos pode ser a galinha dos ovos de ouro para os cubanos , especialmente em países do Oriente Médio , que pagam os melhores salários .


" A grande maioria dos médicos cubanos lutam para ir em uma missão já que podem acumular milhares de dólares", diz o Dr. Darsi Ferrer Ramírez, diretor do grupo antigovernamental Centro de Saúde e Direitos Humanos Juan de Bruno Zayas , em Havana.

O dissidente de 41 anos afirma que o programa está repleto de corrupção . " Sabemos que para entrar nos melhores países - estamos falando sobre a África do Sul, Brasil - há funcionários que recebem dinheiro por baixo da mesa . Custa entre US $ 500 e US $ 1.000, " afirma.




A "importação" de médicos cubanos tem suscitado debate e uma extensa cobertura da mídia no Brasil, no entanto, o comércio de produtos como os derivados do sangue e partes do corpo humano não veio à luz. E enquanto as autoridades brasileiras estão se esforçando para integrar a produção biomédica e farmacêutica de Brasil e Cuba, o controle absoluto do regime militar cubano sobre esta indústria e as suas exportações de tecnologia de dupla utilização para os estados terroristas como o Irã e a Síria ainda não gerou qualquer questionamento público no Brasil.




Alguns casos de Escândalos e Corrupções no Governo PT 


02) Caso Celso Daniel
04) Operação Lava jato
05) Mais Médicos( a procuradora federal brasileira Luciana Loureiro Oliveira disse que há evidências de que Havana ainda mantém pelo menos 75% do dinheiro designado por doadores como salários. Ela chamou isso de "francamente ilegal" porque viola a lei trabalhista brasileira e disse que os cubanos devem ser pagos diretamente.)
06) Investimento em mais de 1 bilhão no porto de Mariel em Cuba
07)Investimento em aeroportos cubanos em segredo, através do BNDES



Comentários