Médicos de Rio Largo decidem fazer greve




Os médicos de Rio Largo vão entrar em greve a partir desta semana. A decisão foi tomada segunda-feira passada durante assembleia no SINMED. Há mais de dois meses a categoria espera que o prefeito Toninho Lins cumpra o que foi acordado durante audiência que tratou das péssimas condições de trabalho na rede municipal e também dos salários defasados.

Na ocasião, o prefeito prometeu providenciar o abastecimento dos postos e tomar outras providências para melhorar as condições de trabalho, dando um prazo de 15 dias para iniciar as melhorias. No mesmo prazo ele também disse que daria uma resposta sobre o pleito de reajuste salarial.



Passados mais de dois meses, a situação persiste e, por isso, os médicos decidiram entrar em greve. A ata com registro da assembleia será anexada aos ofícios que o SINMED enviará aos órgãos competentes, comunicando da paralisação.

Comentários