Situação da Saúde em Maceió revolta classe médica


               
sinmed

Médicos do PSF de Maceió continuam reclamando do completo desprezo da atual gestão em relação à saúde e do desrespeito à categoria. As condições de trabalho são as piores possíveis, o que gera, além de insatisfação, constante estresse. A categoria aguarda resultados práticos da audiência com o secretário de governo, Ricardo Wanderley, assim como o agendamento de uma audiência com o prefeito, Rui Palmeira.



Além do abandono dos postos – sucateados, desaparelhados e com estrutura física em ruínas – os médicos ainda reclamam do corte da folha SUS, que representou uma importante perda salarial. Muitos médicos ficaram em situação financeira difícil, aumentando a insatisfação e o nível de estresse dos profissionais, que recebem muitas cobranças, mas são desrespeitados em seus direitos – inclusive o direito de terem condições éticas de trabalho.

Comentários