ABC.es : Mais uma vez ficamos honrados, presidente Maduro

A exclusiva do ABC  em que o Presidente da Assembleia Nacional da Venezuela, Diosdado Cabello, é apontado como a mão que balança o berço do narcotráfico no país Bolivariano desencadeou os mais baixos instintos de Nicolás Maduro, que acusou ontem o jornal de promover uma "campanha de extrema-direita internacional e fatores do império norte-americano."
O presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, com o ministro da Defesa Vladimir Padrino


Agradeço-lhe muito sinceramente, em nome dos editores do ABC, tão grande distinção, porque nunca antes- e veja que acabamos de completar 112 anos de história- ninguém tinha dedicado  tão esmagadores elogios. Que vergonha, meu Deus!. Estávamos cientes de nossa influência e prestígio, mas a honra de colocar o ABC na frente de "uma campanha de extrema-direita internacional e fatores do império norte-americano" nos enche de orgulho e é um incentivo para continuar a denunciar os excessos do regime. De coração, presidente, obrigado: já era tempo de alguém colocar-nos no lugar que esse jornal merece 

O de menos ,é  que a campanha do ABC lhe pareça "brutal e vulgar". Cada um entende o jornalismo conforme a ideia que tenha de liberdade. Para mim  o que  penso ser "bestial e vulgar" é amordaçar a imprensa,fechando emissoras de rádio e televisão e prender aqueles que pensam de forma diferente. Se por dizer a verdade somos bestas e vulgares,  imagine as bestas e vulgares que podem chegar a ser aqueles que pervertem e degradam  a democracia tornando seu povo refém de um sistema cada vez mais totalitário. Mas eu entendo sua reação. No final do dia, o coração da Venezuela é um relógio que marca implacável o tempo restante para recuperar a liberdade. E cada batida é mais forte, presidente.

Simon Bolivar falava que " ser chamado de chefe,para não ser, é o cúmulo da miséria." Há frases que retratam um. Caso contrário, não se apresse. Possuímos a pele curtida em mil batalhas e nos sobram costas para aguentar suas investidas. Isso sim, bem-nascido é ser grato: - nossa influência é mais para ouvi-lo - segue intacta. Nós somos feitos um para o outro: nós, para dizer a verdade a cada dia; você, para diariamente nos agraciar com sua enxurrada de insultos . Na certeza de que continuaremos informando , ABC, reitera ponto por ponto, o que foi escrito e aguarda impacientemente a sua próxima invectiva.

.
Até então, os melhores votos e recordações  para o "passarinho".

Editado e traduzido pelo Blog Alagoas Real.
Se copiar é obrigatório citar a fonte original,e o Blog Alagoas Real,com seus links anexos!
Otra vez muy honrados, presidente

Comentários