CAOS NO HGE, HDT E EM SANTANA

sinmed


CAOS NO HGE, HDT E EM SANTANA

Se o temporal causou falta de energia em vários municípios, as falhas nos geradores que existem para manter serviços essenciais, como nos hospitais da rede pública, surgiram como um transtorno a mais no HGE e HDT. Os geradores dessas duas unidades ligavam e desligavam a todo o momento, colocando em risco, principalmente, a vida dos pacientes que estavam na UTI, além de atrapalhar ou mesmo inviabilizar vários procedimentos médicos.

Gerido por uma Organização Social (OS) que, segundo denúncias, obriga profissionais de apoio a trabalhar até 44 horas seguidas, o Hospital Regional Clodolfo Rodrigues de Melo, em Santana do Ipanema, mais uma vez mostrou que também padece de outros males. Não resiste, por exemplo, a uma chuva mais forte devido aos sérios problemas estruturais muito típicos de obras públicas.

A rede pública de saúde em Alagoas precisa, urgentemente, de investimentos sérios e responsáveis. O governo precisa construir novos hospitais, modernos, bem planejados e dimensionados visando uma demanda que só cresce. Chega de jogar dinheiro fora em arranjos, gambiarras e reformas que não resistem nem à primeira chuvinha mais forte.



Comentários